Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Realização de cirurgias bariátricas no SUS cresce 215%

O número de cirurgias bariátricas realizadas no Sistema Único de Saúde (SUS) cresceu 215% entre 2008 e 2017. O aumento na rede pública é superior à média anual do setor privado, que registrou 7% nos últimos anos – no SUS, a taxa é de 13,5%. No Brasil, mais de 5 milhões de pessoas têm indicação para o procedimento. Os dados são da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM).

A obesidade cresce aproximadamente 60% na última década, de acordo com o Ministério da Saúde. A cirurgia é alternativa para tratar a doença e condições associadas ao sobrepeso, como hipertensão e diabetes tipo 2.

Fontes da RS Press que podem repercutir esses dados:

Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva: a SOBED disponibiliza seu Núcleo de Endoscopia Bariátrica para esclarecimentos a respeito do tratamento da obesidade, bem como outras alternativas, como balão intragástrico.

Federação Brasileira de Gastroenterologia: o médico gastroenterologista é aquele responsável por acompanhar o paciente obeso desde a indicação para a cirurgia bariátrica até o processo de recuperação. A Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) representa esses especialistas e possui fontes por todo o país que podem falar a respeito do crescimento de cirurgias pelo sistema público nos últimos anos.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑