Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Curso de Formação para Professores na Estação Campo da Pólvora


Estação Campo da Pólvora de Metrô sedia curso de formação de professores com foco em orientação e mobilidade de pessoas com deficiência visual Iniciativa do Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual vai capacitar 25 profissionais.

 A inclusão pede passagem. Nesta quinta-feira (30), a infraestrutura moderna e acessível do metrô baiano será o cenário para Curso de Formação de Professores com foco em Orientação e Mobilidade de Pessoas com Deficiência Visual. Realizado pelo Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual (CAP), vinculado à Secretaria de Educação do Estado, a capacitação acontecerá na Estação Campo da Pólvora de Metrô com a participação de 25 professores e coordenadores pedagógicos da rede pública de ensino estadual e municipal, da capital e do interior do estado. O treinamento contará com simulados de condução de pessoas com deficiência visual em escadas rolantes sob a orientação de dois professores formadores do CAP. 

A iniciativa tem o objetivo de oferecer conhecimentos básicos das técnicas de Orientação e Mobilidade (OM) e ajudar na conquista da autonomia em áreas que possibilitam a inclusão social, como as dependências do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas.   Uma cidade inclusiva é estruturalmente projetada para garantir os direitos de todos os cidadãos.

A inclusão social perpassa pelo atendimento das necessidades de qualquer pessoa em áreas como educação, saúde e mobilidade urbana, por exemplo. Nesse último quesito, as ações são essenciais para dar autonomia no deslocamento, sobretudo, de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. 

Exemplos de espaços públicos que oferecem condições de igualdade a essas pessoas, visando a sua inclusão social, são os espaços do metrô. São banheiros exclusivos e adaptados, piso tátil, sinalização em braile nos corrimãos das escadas fixas e rampas de acesso às passarelas, estações de metrô e terminais de ônibus construídos com o objetivo de garantir o direito de ir e vir e atender integralmente às necessidades de PCDs. 

Todos os equipamentos seguem normas de segurança e acessibilidade. As rampas de acesso às passarelas, por exemplo, foram implantadas com inclinação estabelecida e dimensões projetadas para dar autonomia às pessoas com mobilidade reduzida e outras necessidades durante o deslocamento, o que justifica a extensão de cada equipamento.

Em respeito à acessibilidade, a CCR Metrô Bahia também possui equipe de Agentes de Atendimento e Segurança (AASs) preparados para auxiliar os usuários, sempre que necessário. É a mobilidade urbana a favor da inclusão de todos. 

Serviço:
O quê: Curso de Formação para Professores com foco em Orientação e Mobilidade de Pessoas com Deficiência Visual
Quando: 30 de agosto, de 9h às 12h
Onde: Estação Campo da Pólvora de Metrô
YCentro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual – CAP – Telefone: 3321-3014 / 3322-4133.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑