Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Pistas de skate promovem a integração social em Salvador


Para chegar até o Parque da Cidade e utilizar as três pistas de skate do espaço, na Pituba, é possível ter acesso por bairros próximos, como Itaigara, Nordeste de Amaralina, Santa Cruz, não importa; o que importa é chegar. E lá, muito mais do que um lugar para a prática do esporte, lá o skatista encontra um ambiente para integração social com os colegas, além, claro, do espaço adequado para as manobras mais ousadas. "Existe um poder de inclusão muito grande. Meninos e meninas praticam esporte por conta própria na pista. É um público muito diverso", comenta o coordenador do Parque da Cidade, André Júnior.


Ao todo, são 2.190 m² de pistas. Segundo os skatistas, o que principalmente os atraem ao Parque é a pista bowl, uma das três do local. Um tipo de pista de skate difícil de encontrar por aí. "Antes do lançamento dessa pista [em 2016], Salvador não tinha uma bowl. Se hoje tem uma galera vindo aqui, postando fotos nas redes sociais andando, é por causa dessas pistas. Eu também voltei a andar por conta disso", afirma Raphael Barbosa, de 19 anos, que vem a pé do bairro do Stiep para andar de skate no Parque da Cidade.

Já Windson Romero faz uma viagem com o filho para poder curtir as pistas de skate do Parque da Cidade. Ele e Juan, de apenas 7 anos, saem de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), aos finais de semana para brincar e treinar o esporte, já que o pequeno leva o skate a sério, acumulando alguns prêmios ao longo dos poucos anos de vida. "Eu e meu filho frequentamos o Parque desde a inauguração dessas pistas.

Quando essas pistas foram lançadas foi um 'boom'. Muitos skatistas da minha época voltaram a andar por causa delas", conta Windson.As pistas do Parque parecem mesmo ser as queridinhas dos skatistas da capital baiana. "Aqui tem uma variedade de obstáculos para o skatista seguir. Você consegue fazer várias seções em um só lugar", comenta Judah Aser, 19, que descansava sentado no banco após algumas manobras em uma das pistas. "Gosto também da vibe deste lugar. É bem tranquilo", completa Levy Borges, 22, que tinha acabado de conhecer Judah, provando a integração promovida pelo Parque.

Mas não é somente no Parque da Cidade que a população de Salvador pode curtir as pistas de skate. A Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal) administra algumas praças na capital baiana que dispõem dessas estruturas. É possível praticar o esporte na Praça João Mangabeira, na rotatória dos Barris; Praça Conjunto ACM, localizada na Rua Cap. Aloísio Silva, no Canela; Praça Reitor Miguel Calmon, na Rua Manoel Fernandes, em São Caetano; Praça de Stella Maris, na rua direta de Stella; Praça Dodó e Osmar, após o final de linha da Ribeira; Praça Conjunto Metro 1, após a Estação Pirajá; e Praça da Matriz, em São Cristóvão.Eventos - Além do uso rotineiro das pistas do Parque da Cidade, espaço administrado pela Secretaria da Cidade Sustentável (Secis), também é possível realizar eventos no local. Para isso é preciso respeitar um protocolo para solicitação de uso.

O interessado deve procurar a coordenação do parque levando um ofício com o pedido. Para a realização de qualquer evento no parque, é necessário que o realizador se responsabilize pela estrutura utilizada no evento, como o fornecimento de ambulância de plantão, segurança privada e aparelho de som.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑