Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Salvador mantém áreas verdes para chegada da Primavera


A chegada da Primavera é marcada pela beleza do principal símbolo da estação: as flores. Em Salvador, é comum encontrar diversas espécies e cores enfeitando as áreas verdes da cidade, seja em parques, praças ou canteiros de bairros ou de avenidas de tráfego. A iniciativa é fruto das diversas ações realizadas ao longo do ano de 2018 pela Prefeitura, sob a coordenação da Secretaria Cidade Sustentável e Inovação (Secis).

Dentre as intervenções exitosas estão a Parede Verde e a Alameda dos Ipês, ambas localizadas no Parque da Cidade. Campeões de visitação o ano todo, os locais são pontos de encontro para famílias, casais e grupos de amigos, principalmente durante a estação das flores. A Parede Verde, localizada na entrada do espaço, é o ponto preferido dos visitantes para fotos em grupo ou selfies. A estrutura possui oito metros de largura por três metros de altura.

O entorno do Farol de Itapuã, recentemente recuperado pela Prefeitura, também foi outro espaço agraciado com tratamento paisagístico, recebendo flores e plantas ornamentais em toda a área. Quem passa pelas avenidas Luís Eduardo Magalhães e ACM, por exemplo, também encontra espécies como ipê rosa, roxo, oiti, pau brasil, alamandas, dracenas e espirradeiras. Nas praças, as espécies mais utilizadas são nativas da Mata Atlântica: sibipirunas, acácias, pata de vaca e quaresmeiras.

Demais ações – Além do plantio e manutenção das flores, foi incentivada ainda a renovação paisagística de diversas áreas da cidade, além da criação de hortas e pomares urbanos. Na Avenida Barros Reis, trecho entre a praça da avenida e o Largo do Retiro, a Secis realizou o plantio de 155 árvores, todas nativas da Mata Atlântica. Durante o ano de 2018, a Avenida Afrânio Peixoto, mais conhecida como Suburbana, recebeu intervenções do projeto “Suburbana Verde”, com o plantio de 1.500 árvores em seu canteiro central, numa área de 14 quilômetros de extensão.

Também seguindo a toada de reaproveitamento de espaços ociosos e até abandonados da cidade, a Secis promoveu, ao longo do ano, a criação de hortas e pomares escolares e comunitários. Atualmente, Salvador conta com nove hortas urbanas, nos bairros da Pituba, Horto Florestal, Roma, Itaigara (2), Calabetão, Imbuí (2) e São Caetano.

Oito escolas do município também são contempladas com hortas, recebendo o cultivo de alecrim, manjericão, hortelãs dos tipos graúdo e miúdo, orégano, alface, cebolinha, salsa, coentro, rabanete, beterraba, rúcula e quiabo: Fernando Presídio, em Paripe; Arlete Magalhães, em Castelo Branco; do Bairro da Paz, no bairro de mesmo nome; Bosque das Bromélias, no Jardim das Margaridas; Beatriz de Farias, na Boca da Mata; Clemilda Andrade, em Brotas; e Associação Criança e Família, no Rio Sena, e a Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, localizada em São Cristóvão.

Já em relação aos pomares, a secretaria já implantou 15 unidades na capital baiana. Destes, nove estão instalados em espaços públicos e seis em unidades escolares do município, estando presente em Stella Maris, Pituba, Brotas, Novo Marotinho, Alto de Ondina, Imbuí, Pernambués, Castelo Branco, Calabetão e Trobogy.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑