Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Dia Mundial do Coração Bahia comemora redução em mais de 20%de óbitos


No Dia Mundial do Coração, Governo da Bahia comemora redução em mais de 20% de óbitos e internações relacionadas às doenças cardiovasculares.

Com ações estruturadas e integradas na área da saúde, a Bahia reduziu as taxas de internações e óbitos relacionados às doenças cardiovasculares em mais de 20% na faixa etária entre 30 e 59 anos. A boa notícia foi divulgada pelo secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, neste sábado (29), quando se comemora o Dia Mundial do Coração.

Dentre as explicações para este resultado, o secretário aponta diversas  ações que o Governo do Estado tem apoiado. “Investimos fortemente na qualificação e na abertura de Unidades Básicas de Saúde (UBS) em diversos municípios, além de aportar mais de R$160 milhões na construção de Policlínicas Regionais que ofertam consultas e exames na área de Cardiologia para mais de 4,5 milhões de baianos e, desta forma, propiciam o diagnóstico precoce e permitem o tratamento de diversas doenças cardiovasculares”, afirma Vilas-Boas.

Nas policlínicas do governo do estado, são realizados todos os exames da Cardiologia, incluindo eletrocardiograma, teste de esforço, ecocardiograma,Holter, mapa e ultrassom Doppler. Já os exames de angiotomografia, Ressonância Cardíaca e cateterismo cardíaco são realizados em cinco centros especializados em todo o estado. 

Um dado que corrobora com esta análise é que 278 municípios baianos apresentaram redução nos indicadores de morbimortalidade cardiovascular, sendo que 85% destes municípios tinham a média de cobertura da Estratégia da Saúde da Família maior ou igual a 70%, o que sugere um impacto positivo dos investimentos na Atenção primária e secundária na redução das internações por doenças do aparelho circulatório.

Já na alta complexidade, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) lançou uma política de atenção integral ao Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), que resultou na ampliação dos serviços de cirurgia cardíaca e hemodinâmica na capital e no interior, a exemplo do Hospital Regional da Costa do Cacau, em Ilhéus, e do Hospital Geral Roberto Santos, além da ampliação do serviço do hospital Ana Neri, em Salvador. 

Novos investimentosEstá prevista para 2019 a inauguração de novos serviços de hemodinâmica e cirurgia cardíaca nos hospitais estaduais localizados nos municípios de Irecê, Barreiras e Porto Seguro.  Além disso, em Salvador, o Governo do Estado está implantando um Centro Especializado em Hipertensão Arterial Sistêmica e Aterosclerose, cuja licitação sairá ainda em 2018. 

Ainda dentro da política de atenção integral ao infarto do miocárdio, também serão implantadas 50 Salas de Telemedicina para o diagnóstico precoce e tratamento do IAM, a partir da expansão da rede de serviços de atenção especializada. Para viabilizar a operacionalização em 19 municípios baianos serão investidos R$ 17 milhões por ano, o que corresponde à aquisição da medicação trombolítica, instalação dos equipamentos, software de telemedicina e capacitação dos profissionais.

Diagnóstico e tratamento precoce do IAMO diagnóstico precoce do IAM será realizado através de 50 sala de teleatendimento, implantadas em serviços de urgência hospitalares e pré-hospitalares com funcionamento 24 horas por dia, sete dias por semana, interligado a uma sala de telecomando com cardiologistas que, além de analisarem o exame, vão orientar o médico plantonista da unidade acerca do manejo clínico a ser adotado diante da situação. 

E o tratamento adequado está baseado na restauração do fluxo coronariano, mediante a administração de trombolítico venoso, limitando, assim, a extensão da necrose miocárdica, que resultará na redução da mortalidade.

Doenças do coração.
No Estado, mais de 12 mil pessoas morrem, por ano, vítimas de doenças do coração. Já o número de internações ultrapassa 46 mil. 

Algumas doenças cardíacas são: reumáticas crônicas do coração, isquêmicas, cardíaca pulmonar e hipertensiva, que está entre as de maior incidência, com cerca de 13,5 mil internações e em segundo lugar na causa morte, com 3,3 mil óbitos, atrás apenas no Infarto Agudo do Miocárdio (4,5 mil).

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑