Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Portaria regulamenta processo de ensino-aprendizagem nas unidades da Sesab

O fluxo de acesso às unidades da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) como campo de estágio e prática tem nova regulamentação a partir desta quinta-feira (11). A portaria com a nova organização foi publicada no Diário Oficial do Estado de hoje (11). De acordo com o documento, caberá à Escola de Saúde Pública da Bahia (ESPBA) promover a regulação dos cenários de ensino-aprendizagem de formação técnica, graduação e pós-graduação, inclusive em formato de residência em todas as unidades da Sesab.


Os estudantes de diversos estabelecimentos de ensino, sejam eles públicos ou privados, “utilizam as unidades estaduais para seus estágios e residências”, destaca a coordenadora de Integração da Educação com o Trabalho na Saúde, Laise Resende.


Atualmente, a ESPBA, que é ligada à Superintendência de Recursos Humanos da Sesab, acompanha 12.824 estudantes que utilizam as unidades da rede da Sesab para fazerem estágios na área da saúde, sendo oito mil da graduação, 1477 de residências e 3.347 estudantes dos cursos técnicos.


A portaria, que entra em vigor a partir de hoje (11), data da sua publicação, também estabelece critérios para ingresso e utilização dos estabelecimentos de saúde da rede própria de gestão direta e indireta da Sesab.


Na publicação consta ainda que deverá ser realizado chamamento público para selecionar instituições de ensino superior públicas e privadas de toda a Bahia e, se descrito no edital, pode contemplar também as instituições sediadas no território geográfico da Rede Interestadual de Atenção à Saúde do Vale do Médio São Francisco - Rede Bahia e Pernambuco.


De acordo com a superintendente de Recursos Humanos da Sesab, Rosário Muricy, cabe ao RH e à ESPBA identificar as vagas nas unidades e depois lançar o edital, que tem, dentre outros critérios, a ordem de seleção das instituições, que segue: instituições de ensino públicas estaduais; federais; privadas sem fins lucrativos e por fim, instituições privadas com fins lucrativos.


ESPBA


A escola tem como principais objetivos a organização e o financiamento das Residências Médicas e Multiprofissionais, dos programas de estágio não obrigatórios Mais Futuro e Partiu Estágio, regulação de estágios obrigatórios, produção de conteúdos e tecnologias educacionais utilizados por mais de 17 mil usuários em 65 espaços de interação no ambiente virtual EADSUS-Bahia, produção e disseminação de conhecimento, articulação e participação no Comitê de Ética em Pesquisa da Sesab e publicação de produção científica.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑