Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Vernissage reúne três mostras no Goethe-Institut Salvador

 Vernissage reúne três mostras no Goethe-Institut Salvador

“Mostre-se”, de Hugues Anhes (França), “A Única Gueixa Homem do Japão”, de Hans Diernberger e Will Saunders (Alemanha/Inglaterra), e “Projeto Invasões”, de Lucas Feres e Lucas Lago (Brasil), são abertas ao público no dia 29 de novembro



Conectar mutuamente a produção de artistas internacionais e de realizadores locais é um dos propósitos do Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia. Neste contexto, no dia 29 de novembro (quinta-feira), a partir das 18h, três trabalhos do campo das artes visuais serão abertos ao público: a instalação “Mostre-se”, do fotógrafo francês Hugues Anhes; a exposição “A Única Gueixa Homem do Japão”, da dupla de artistas multimídia Hans Diernberger e Will Saunders (Alemanha/Inglaterra); e a exposição “Projeto Invasões”, dos brasileiros Lucas Feres e Lucas Lago. A entrada é gratuita e a classificação indicativa é livre.



“Mostre-se” é um projeto que Hugues Anhes vem realizando desde 2016 em diferentes partes do mundo. Nas localidades, ele busca identidades que se cruzam cotidianamente e lhes propõe um retrato, em meio às suas rotinas. Em Salvador, Hugues tem andado por variados espaços urbanos e instituições na intenção de capturar as caras que representam o povo soteropolitano, usando a fotografia como um meio que permite que os sujeitos se revelem e encontrando nas intimidades também aquilo que é universal. Os registros são então impressos como lambe-lambe, colados sobrepostos em muros e paredes, e depois rasgados, exibindo rostos distintos como se fossem um só: uma instalação que propõe ir além de nossos preconceitos e nos convida a buscar uma nova percepção dos outros e de nós mesmos. Além de estar espalhando colagens em variados pontos da cidade, o artista fará ao vivo o seu trabalho nesta ocasião, na Praça do Cacau do Goethe-Institut.



Trabalhando em colaboração desde 2012, na criação de exposições nas quais a fotografia, a imagem em movimento e o som formam um todo coeso e contemplativo, Hans Diernberger e Will Saunders apresentam “A Única Gueixa Homem do Japão”: Eitaro Matsunoya, 32 anos. Sua história é um portal sedutor de expressão não normativa de gênero nas artes performáticas japonesas, um ponto de encontro fascinante de individualidade e identidade nacionalizada. Matsunoya se identifica como homem e, no trabalho, é uma gueixa como qualquer outra, profundamente comprometido com esta arte tradicional. Seu gênero é importante? Para Diernberger e Saunders, sua existência interroga estratégias de identificação com a diferença. Com um requintado entrelaçamento multimídia de vídeo, fotografia e som, a exposição mantém o espectador a uma distância que respeita a persona oblíqua de Matsunoya e sua dispensa de ser totalmente compreendido ou assimilado.



Por fim, a mostra “Projeto Invasões” é um dossiê de materiais produzidos a partir de ações de performance realizadas na Baía de Todos os Santos, de forma a tensionar a relação entre cidade, colonialidade e questões políticas contemporâneas. O projeto enquadra a Baía como um território permeado por disputas, recorrendo ao imaginário das invasões marítimas coloniais para agenciar as múltiplas camadas coincidentes que compõem esta região. Discute as ressonâncias entre o projeto colonial e os atuais projetos de especulação, cercamentos, esquecimentos e possíveis desaparecimentos na cidade contemporânea. A exposição se infiltra no imaginário religioso pela criação da figura mítica de uma santa vermelha, imagem que se manifesta em distintos suportes em invasões/aparições pelo mar. A concepção é de Lucas Feres e Lucas Lago, com orientação de Ines Linke e fotografia de Marcelo Delfino.



Sobre o Goethe-Institut Salvador-Bahia – Instituto cultural da República Federal da Alemanha, o Goethe-Institut, fundado em 1951, se dedica a fomentar o diálogo entre culturas e é a maior instituição de ensino de alemão no mundo. Atualmente, dispõe de uma rede de 159 unidades em 98 países de todos os continentes. A unidade do Goethe-Institut Salvador-Bahia foi criada em 1962 e, desde então, promove a aprendizagem da língua alemã, divulga uma imagem abrangente da Alemanha e realiza colaborações locais, nacionais e internacionais na área da cultura, com numerosos parceiros públicos e privados. É um espaço disposto ao exercício artístico-cultural, realizando ações próprias e oferecendo suporte a iniciativas de variadas espécies. Dispõe de teatro, foyer, galerias, biblioteca, ateliês, estúdios, salas de aulas, praças, pátio e café. Após mais de meio século de atividades contínuas na cidade, iniciou, em 2016, o Programa de Residência Artística Vila Sul, com a proposta de fortalecer interlocuções entre o Brasil e demais países do hemisfério Sul a partir do acolhimento de artistas e agentes culturais de diversas áreas, linguagens e origens. Mais de 60 residentes já experimentaram esta oportunidade.



Vernissage

“Mostre-se”, de Hugues Anhes (França)

“A Única Gueixa Homem do Japão”, de Hans Diernberger e Will Saunders (Alemanha/Inglaterra)

“Projeto Invasões”, de Lucas Feres e Lucas Lago (Brasil)

Quando:

Abertura: 29 de novembro (quinta-feira), 18h

Visitação: 30 de novembro a 15 de dezembro, 9h às 19h

Onde: Goethe-Institut Salvador-Bahia (Av. Sete de Setembro, 1809, Corredor da Vitória)

Quanto: Gratuito

Classificação indicativa: Livre

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑