Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Baianos aprendem em oficina como produzir figurinos para musicais


Baianos aprendem em oficina como produzir figurinos para musicais.

Entender que o figurino serve de instrumento para o ator exercer o seu papel foi a primeira lição que a figurinista Carol Lobato apresentou na tarde desta sexta-feira (09), no Teatro Gregório de Mattos. 

A lição foi dada aos participantes da oficina gratuita Figurino para Espetáculos Musicais, promovida pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), através da Fábrica de Musicais. Formada em moda e trabalhando com figurino para espetáculos há mais de 15 anos, Carol destacou a importância do figurinista possuir uma visão holística do processo de construção das peças, abordando desde o processo de decupagem do texto da montagem até a negociação para adaptações em consonância com os gostos pessoais dos artistas envolvidos. "Darei aqui um panorama das diferenças do figurino para musical e o que difere ele dos outros tipos de figurinos.

Ele tem que se adaptar, por exemplo, a coreografia, aos tipos de dança, movimento, precisa ter uma manutenção diferenciada porque o desgaste é maior... Tem algumas especificidades", pontuou.

Lobato possui trabalhos realizados para publicidade, cinema e espetáculos teatrais. Ela assinou figurinos para os principais diretores teatrais como Moacyr Góes, Cristina Moura e a dupla Charles Moeller & Cláudio Botelho. 

Neste sábado (10), a oficina tem continuidade das 15h às 19h, encerrando o ciclo de atividades voltadas à construção de figurinos para musicais. A Fábrica de Musicais tem como objetivo promover o intercâmbio artístico entre profissionais locais com de outras regiões do país para fomentar a estética desse gênero de espetáculo.

O resultado final do projeto é a montagem de Sonho de uma Noite de Verão, clássico de William Shakespeare, na versão de Adriana Falcão, adaptado e dirigido por João Falcão.  As inscrições podem ser feitas através do e-mail oficinassonho@coletivo4.com.br. Os interessados devem ser maiores de 18 anos e residir na Bahia – é exigido comprovante de residência emitido nos últimos seis meses.

Mais informações também podem ser conferidas no site ou redes sociais do Coletivo 4.  Confira a programação das próximas oficinas: 13 e 14/11 – 15h às 19h - Criação de Trilhas Sonoras e Plataformas Musicais, com Yacoce Simões – 1 turma para 50 pessoas.20 e 21/11 - 15h às 19h - Áudio e Microfonista, com Andrea Zeni – 1 turma de 50 pessoas.27 a 30/11 – 15h às 19h - Preparação e Interpretação Vocal, com Angelo Rafael e Carlos Eduardo Santos – 2 turmas para 40 pessoas cada.04 a 07/12 – 15 às 19h - Corpo e Coreografia, com Roberto Montenegro – 2 turmas para 40 pessoas cada.  

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑