Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 26 de janeiro de 2019

CMEI na Cidade Baixa dobrará número de vagas em 2020

No ano letivo de 2020, O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Maria Conceição Costa, situado na comunidade Vila Ruy Barbosa, na Cidade Baixa, terá estrutura mais adequada e que vai atender a 250 crianças dos grupos II ao V – pouco mais que o dobro da capacidade atual (120 crianças). A demolição da antiga estrutura e o início imediato das obras de reconstrução foram autorizadas ACM Neto nesta quinta-feira (24), na Rua Resende da Costa, s/n, em frente à entrada do Bate-Estaca.
 
Acompanhado do vice-prefeito Bruno Reis, do secretário municipal da Educação (Smed), Bruno Barral, demais autoridades e população, o prefeito salientou que esta é a 12ª unidade escolar de 16 que estão sendo reconstruídas – uma por semana – pela Prefeitura. “Esta ação reafirma o compromisso da administração municipal com a educação pública da cidade. No início de 2013, muitas escolas da rede estavam em situação extremamente precária, sem qualquer condição de oferecer uma educação de qualidade. Nesses seis anos, já foram recuperadas mais da metade das cerca de 450 unidades da rede escolar municipal. Aqui neste CMEI, além de mais que dobrar o número de vagas, as crianças terão ensino em tempo integral”, relatou.
 
Em nome da comunidade, a diretora da instituição, Vera Lúcia Santos, afirmou que a expectativa é muito grande quanto ao novo CMEI. “Há dez anos estamos desejando e sonhando com essa nova estrutura. Vamos ter aqui um prédio de qualidade, com tudo o que a criança merece nesse período de creche, principalmente para esta localidade tão carente”, pontuou.
 
Ampliação – Com uma área de 1.414,93 m² e previsão de conclusão das obras para janeiro do próximo ano, o CMEI Maria Conceição Costa terá oito salas de aula, uma sala multiuso, varanda, solário, jardins, guarita, casa de gás, casa de lixo, casa de bombas, subestação, brinquedoteca, lavanderia, depósitos, copa, direção, coordenação, recepção, sala de professores, elevador, pátios, despensa, triagem, área para preparo de mamadeiras e alimentos, refeitório, sala de repouso e área para banho. A creche é adaptada para pessoas com deficiência, por isso é dotada de elevador e banheiros apropriados.
 
O investimento foi de aproximadamente R$4 milhões em recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com contrapartida do município. Enquanto as obras são realizadas, os alunos da instituição serão encaminhados para a antiga Escola Popular dos Alagados, que fica ao lado da Igreja de São Jorge, na Rua Rosalvo Barbosa Romeu, s/n, Vila Ruy Barbosa.
 
Reconstruções – As 16 unidades escolares que serão demolidas e reconstruídas pela Prefeitura reúnem investimentos da ordem de R$96 milhões. Até o momento, já estão sendo reconstruídas as escolas em Plataforma, Bom Juá, Fazenda Grande do Retiro, Boa Vista do Lobato, Engenho Velho da Federação, Nova Sussuarana, Pau Miúdo, São Cristóvão, Fazenda Coutos, Palestina e Lobato.


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑