Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Fibrilação Atrial tem tratamento? Entenda a doença

Este tipo de arritmia cardíaca tem sido diagnosticada com frequência em ex-atletas;
trata-se de uma doença que atinge também a população geral

A Fibrilação Atrial (FA) é a arritmia cardíaca mais comum do mundo¹ e tem sido diagnosticada com frequência em ex-atletas. A doença leva o coração a bater em um ritmo irregular e atinge entre 1,5 e 2 milhões de pessoas somente no Brasil.
Entre os sinais mais comuns desse problema de saúde estão palpitações, dores ou desconfortos no peito, tontura e falta de ar. Em muitos casos, a FA é uma doença assintomática e às vezes os pacientes só descobrem que sofrem dessa arritmia quando ocorre uma consequência mais grave, como o Acidente Vascular Cerebral (AVC), popularmente conhecido como derrame.

Em média, corações saudáveis de adultos têm entre 60 a 100 batimentos por minuto, porém a frequência cardíaca pode variar de pessoa para pessoa, de acordo com a idade ou até mesmo com a rotina. Indivíduos com melhor condicionamento físico, por exemplo, como jovens e atletas, tendem a ter frequências mais lentas, chegando durante o sono a 30 batimentos por minuto sem apresentar qualquer anormalidade. 

Ainda, qualquer ser humano pode ter alterações no ritmo do coração e é bom estarmos atentos. É necessário manter sempre atenção à saúde e aos sinais que o coração emite em qualquer idade, principalmente quando há casos de pressão elevada e sem controle (hipertensão) e histórico de doença cardíaca na família. O estilo de vida também conta: sedentarismo, fumo e álcool podem ser prejudiciais à saúde.

O cardiologista é o especialista mais indicado para diagnosticar o problema e recomendar o melhor tratamento, que pode ser apenas medicamentoso ou um procedimento de ablação por cateter.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑