Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Prefeitura deverá plantar mais 25 mil árvores nos próximos meses

Desde o ano de 2017, Salvador passou a ficar mais verde com o plantio de 11.431 novas árvores em mais de 80 ações realizadas – inclusive com a participação dos cidadãos – através de programas desenvolvidos pela Prefeitura. Para os próximos meses, está previsto o plantio de mais 25 mil árvores e o tratamento paisagístico de 250 mil metros quadrados de áreas públicas. Além disso, deverá ser realizada a requalificação do Jardim Botânico de Salvador, com a construção de novos equipamentos, trilhas e mirante.
 
Por meio da Secretaria Cidade Sustentável e Inovação (Secis), a ampliação da arborização leva também um tratamento paisagístico a diversas áreas de Salvador como Amaralina, Itapuã, Vale do Canela, Cajazeiras, Imbuí, Avenida ACM, Comércio, Fazenda Coutos e Via Expressa.
 
O Disque Mata Atlântica e a Operação Plantio Chuva, em parceria com a sociedade, são alguns desses projetos que contribuem para aumentar as áreas arborizadas na cidade.  Entre as mudas plantadas pela cidade estão as de ipê, aroeira, pitanga, pau-brasil, jacarandá, sibipiruna, pau-ferro, oiti-da-praia, pau-viola, ingá, cássia-rosa e pau-mulato.
 
O Disque Mata Atlântica, por exemplo, já doou 14 mil mudas em um ano e quatro meses de atividade. A ação funciona levando mudas para os cidadãos que fazem a solicitação através do telefone (71) 3611-3802. Uma equipe da Secis é deslocada até o cidadão, através de uma Kombi plotada com um teto verde e sistema de som, carregada de mudas de árvores, terra vegetal e adubo. Com isso, é analisado o local para o plantio dessas mudas, promovendo um contato direto com a população.
 
Já a Operação Plantio Chuva aproveita o período chuvoso, entre os meses de maio e julho, época ideal para o bom desenvolvimento das plantas, para arborizar espaços públicos da cidade. Desde maio de 2018, quando foi lançado, o programa já levou 1,5 mil novas árvores a 58 localidades da capital, como Dique do Tororó, Barros Reis, Pituba, Canabrava, Pirajá, Sussuarana, Castelo Branco e Boca da Mata.
 
Demais ações – Além desses dois programas, a Secis ainda desenvolve durante todo o ano ações como a implantação de hortas comunitárias, que permitem a transformação de áreas degradadas ou subutilizadas em espaços verdes. Já são 20 hortas comunitárias distribuídas em Salvador desde 2016: dez urbanas e dez em escolas municipais, totalizando 982 m² de áreas cultivadas. Entre as mudas estão alface, cebolinha, alecrim, manjericão, batata doce, tomate, pimenta, boldo e hortelã.
 
Para contribuir ainda mais com a ampliação da cobertura vegetal de Salvador, a Secis, através do programa “Verde Perto”, estimula a prática da adoção de espaços públicos como como canteiros, praças e áreas verdes pela população. Podem adotar os espaços públicos os cidadãos comprometidos com a conservação e utilização das áreas públicas e instituições privadas.
 
O interessado deve manifestar interesse em adotar o local protocolando uma proposta junto à Secis. A carta proposta será analisada pela secretaria que, em caso de o interessado estar habilitado para a execução da ideia, entrará em contato para firmar um termo de adoção. Os interessados podem buscar mais informações através do telefone (71) 3353-4904 ou do site do Verde Perto na internet.
 
O processo de arborização da cidade também contou com o transplantio de 95 árvores, a exemplo de 51 palmeiras e coqueiros dos corredores exclusivos onde está sendo implantado o BRT; seis palmeiras imperiais do bairro do Cabula para o Bomfim e Monte Serrat; e de oito coqueiros e 30 árvores cocolobas do antigo Aeroclube para Vila dos Namorados. Todas tiveram 100 % de aproveitamento na operação.
 
Jardim Botânico – A obra do Jardim Botânico já conta com recursos assegurados através do Proquali, programa voltado para a promoção do desenvolvimento cultural e turístico de Salvador e da melhoria da qualidade de vida da população, por meio de ações de desenvolvimento econômico e socioambiental, de conectividade informática e de infraestrutura urbanística. Os recursos são fruto do empréstimo com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), assinado pela administração municipal em dezembro último. O orçamento da Prefeitura para 2019 já prevê a realização da requalificação.
 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑