Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 12 de março de 2019

Quaresma: um dos pescados mais amados, bacalhau oferece vários benefícios para a saúde

Peixe que faz parte do cardápio em datas religiosas, possui uma série de nutrientes importantes para o corpo

Bacalhau ao molho, frito ou assado? Como você prefere? Independente da forma como o peixe é preparado, o brasileiro se tornou fã de carteirinha do prato, especialmente, durante a quaresma e a páscoa. Esse pescado é uma herança dos portugueses, pois, na época da colonização eles precisavam de alimentos que não fossem perecíveis para que suportassem as longas navegações em alto mar. Para se ter uma ideia do quão eles amam esse peixe, em Portugal, essa iguaria é conhecida como “fiel amigo".

E este termo não é para menos, pois, o bacalhau oferece uma série de benefícios a saúde. Pesquisas mostram que muitos brasileiros, até mesmo aqueles que não seguem alguma crença religiosa, não perdem a oportunidade de saborear o bom e velho bacalhau. E de acordo com especialistas, isso é muito favorável, pois, o pescado traz vários benefícios ao corpo, não apenas pelo ômega 3, propriedade bastante conhecida entre os consumidores e encontrado em diversos peixes, mas, também, por aliviar dores e ajudar até mesmo no equilíbrio vital. 

Um olho no peixe e o outro também!

Segundo a pesquisa “Hábitos Alimentares dos Brasileiros – preferências, dietas e tendências de consumo”, realizada pela Banca do Ramon, 66,3% dos brasileiros consomem bacalhau em ocasiões consideradas especiais no calendário, como o período da quaresma e páscoa. No entanto, 17,2% costumam inserir o peixe nas refeições do dia a dia, que são preparadas em casa.
De acordo com a nutricionista consultora da Banca do Ramon, Juliana Tomandl, esse peixe possui propriedades nutricionais que são indispensáveis para uma alimentação saudável e que poderia ser consumido mais vezes durante o ano. “Além de ter um baixo teor de gordura e ser muito rico em proteínas, o bacalhau tem vitamina A, E, B6 e B12, e contém sódio, fósforo, magnésio, cálcio e, obviamente, o ômega 3, que é bem popular entre as pessoas. Certamente, é um dos melhores hábitos que herdamos dos portugueses e seria de bom grado consumirmos mais vezes”, comenta.

Quais benefícios o bacalhau proporciona ao corpo?

Todos sabem que as vitaminas e proteínas fazem bem ao corpo e no que se refere ao bacalhau, o peixe é um verdadeiro prato de propriedades benéficas. Alguns dos benefícios são:

Ajuda a proteger a pele

Isso acontece devido a presença da vitamina A que possui ação protetora sobre a pele, mucosa e visão.  Tomandl diz que essa vitamina ajuda na prevenção de acnes e espinhas, além de deixar a pele menos oleosa.

Oxigenação celular

Alguns fatores interferem na cicatrização de feridas, entre eles, está a falta de oxigenação, que pode atrapalhar o processo de cura.  A vitamina E que também está presente no bacalhau, pode auxiliar o organismo na recuperação da pele danificada. Não é à toa que muitos médicos dermatologistas recomendam cremes com a vitamina E para eliminar manchas.

Equilíbrio hormonal

Outro nutriente muito importante e encontrado no peixe é a vitamina B12. Ela tem a função de estimular a produção das células do sangue, ajuda a manter o sistema nervoso, sistema de imunização do corpo e controla os níveis de glicose no sangue. “Sua falta pode causar fadiga, prisão de ventre, perda de apetite, perda de memória e até mesmo sentimento de tristeza recorrentes, além de outros sintomas no corpo devido a deficiência do nutriente”, explica Tomandl.

Formação de ossos e dentes

Quem ajuda nessa tarefa é o cálcio, é extremamente importante para o funcionamento do corpo. Além dessa função, também promove reações que estimulam a contração muscular, contração e expansão das artérias. De acordo com a nutricionista, é o mineral em maior quantidade no organismo, sendo que 99% do cálcio está localizado nos ossos e dentes.

Saúde cardiovascular

O bacalhau também é fonte de magnésio, que tem uma série de benefícios, entre eles, a saúde do coração. O magnésio é essencial para manter regulado os batimentos cardíacos, proteger o coração do estresse muscular e ajudar no controle da pressão arterial.

Aliado dos músculos

No bacalhau também se encontra o sódio, que se usado na medida certa, auxilia no processo de contrações musculares, sendo assim, a deficiência deste mineral pode causar fraqueza nos músculos. “O sódio fornece energia para o metabolismo, transformando os carboidratos, proteínas e gorduras em macronutrientes em energia para o organismo. Mas, do mesmo modo que pode ser benéfico, em excesso é prejudicial ao corpo”, orienta a especialista.

Bom para a cabeça

Esse benefício que o bacalhau e outros peixes proporcionam não é novidade, afinal, o ômega 3 já é bem popular. Ele ajuda a melhorar as habilidades motoras, memória e concentração. Também previne o batimento cardíaco irregular e diminui a pressão sanguínea. “É uma gordura poli-insaturada e essencial ao organismo, porém, o nosso corpo não consegue produzi-la, então, a única maneira de obtê-la é consumindo alimentos que possuem essa propriedade, como o bacalhau ou outros tipos de pescados”, explica Tomandl.

Alguns cuidados importantes no consumo de bacalhau

De um modo geral os peixes fazem muito bem à saúde, são saborosos e ricos em nutrientes, mas para quem sofre com o excesso de ácido úrico, é recomendado evitar alguns alimentos, e um deles é o bacalhau, pois ele pode aumentar a retenção de ácidos no corpo, assim como outros alimentos. “O ácido úrico é derivado de uma substância chamada purina, que são fundamentais para o nosso DNA e também para o funcionamento do organismo, mas, em excesso pode trazer algumas complicações. Quando o nível está elevado, é necessário fazer uma dieta, com orientação médica, para evitar alguns alimentos, entre eles os peixes e frutos do mar, pois, eles são ricos em purinas e aumentam a quantidade de ácido úrico no corpo, trazendo algumas consequências, como prob! lemas nos rins e nas articulações”, detalha a especialista.

Mas para quem não tem restrição

Para quem pode consumir o bacalhau é necessário ter alguns cuidados na escolha. O peixe pode ser encontrado em vários lugares, como a feira, mercado municipal e empórios, por exemplo. E para garantir que o pescado é de boa procedência e, principalmente, que esteja conservado e importante se atentar. “Deve ser avaliado o local que está o peixe, pois, ele não pode ficar em temperatura ambiente, porque isso contribui para a proliferação de fungos e bactérias, então, deve estar dentro de um frigorifico ou geladeira”, explica Tomandl.

Antes do preparo

O bacalhau é um prato bem democrático, ele pode ser preparado de diversas formas e agradar todos os paladares. E, mesmo que seja muito benéfico a saúde, ainda assim, é importante ter cautela durante o preparo, para que ele continue sendo um prato saudável e saboroso.
De acordo com Tomandl, o bacalhau passa por um processo de salgamento para se manter conservado, pois, não é um peixe tão fresco, e isso faz com que o sabor já acentuado do pescado junto com o sal em excesso, deixe-o bem salgado, o que acaba se tornando um risco para as pessoas hipertensas. “É necessário deixa-lo imerso na água durante um dia inteiro com a pele virada para cima, isso deve ser feito na véspera do preparo. A água deve ser gelada e o ideal é troca-la a cada quatro horas e manter dentro da geladeira, tudo isso para deixa-lo menos salgado possível”, finaliza a especialista.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑