Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 6 de abril de 2019

Prefeitura lança licitação da Casa da História de Salvador e Arquivo Público Municipal

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), lançou hoje (5) a licitação para o início das obras da Casa da História de Salvador e Arquivo Público Municipal. O lançamento do edital faz parte das ações em comemoração ao aniversário de Salvador. 
 
O processo abre concorrência para empresas especializadas em engenharia, que tenham interesse em executar as obras de edificação e infraestrutura doo equipamento, de acordo com as condições que são previstas em edital.
 
A sessão para o recebimento e a abertura das propostas será realizada no dia 10 de maio, às 15h01, na sede da Secult, situada na Rua Humberto de Campos, n° 251, Graça. Até lá, os interessados podem ter conhecimento do edital e seus anexos no endereço www. prodeturssa. salvador. ba. gov. br.
 
Gestor da Secult, Claudio Tinoco acredita que a Casa da História de Salvador e Arquivo Público Municipal vai preservar toda a memória da primeira capital do Brasil, além de impulsionar ainda mais o turismo na cidade.
 
“Esta é uma grande obra que vai dar dignidade aos registros da história de Salvador, uma das mais ricas do mundo, e que produziu o maior e melhor acervo documental das Américas. Este equipamento, somado à Casa do Carnaval e ao futuro Museu da Música Brasileira, vai compor um conjunto cultural extraordinário para a cidade”, pontua Tinoco.
 
A obra, que tem custo estimado de R$ 34 milhões, será concluída em 15 meses. Os recursos da construção estão garantidos pelo Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo em Salvador (Prodetur), por meio de empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
 
O equipamento será construído em um conjunto de um casarão e dois terrenos na Rua Portugal, na Praça Cayru. O casarão, que será mantido e restaurado, abrigará a recepção do equipamento, atendimento ao usuário e espaços museológicos. Já nos terrenos, será construído um novo prédio que irá compor o arquivo público.
 
Novo prédio – A construção comportará um lobby de entrada ao arquivo público e uma área de serviço; um mezanino para área de funcionários.
 
Além disso, terão outros 11 andares que irão compor: a administração do museu, laboratório de restauro e depósito de documentos recebidos, no 1º andar; salas de oficinas, coordenação de cursos e secretaria de cursos (2º andar); salas de fotografias, registros magnéticos e arquivos audiovisuais (3º andar); atendimento ao usuário, arquivos impressos, biblioteca do acervo e sala de projeção (4º andar).
 
Do 5º ao 9º andar, se concentrará o arquivo público permanente. Já no 10º andar haverá o Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI), o almoxarifado, a gerência e a secretaria do Arquivo Público.  No 11º andar estarão as salas de auditório, e o terraço contará com um jardim e um espaço café.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑