Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 21 de maio de 2019

A Broadway é na Bahia


 Com o teatro Isba lotado, a Cia on Broadway comemora o sucesso da segunda temporada; toda a renda do caixa do grupo será revertida para reconstrução do teto do teatro Hora da Criança, no Rio Vermelho.


Releituras feitas dos musicais da Broadway e West End Londrino, como Aladin, Família Adams, Rapunzel, Fame, fizeram parte, na noite da última quinta-feira (16.05), da segunda temporada da Cia On Broadway, que reuniu quase 30 integrantes, entre bailarinos, cantores e atores no palco do Teatro Isba.

Com um formato de pocket show, repleto de luzes e cores, o espetáculo mostrou diferentes partes dos musicais. Para isso, os bailarinos trocaram de roupa mais de dez vezes. Os hits dos musicais mais conhecidos animaram o público, que aplaudiu empolgado cada uma das apresentações. Um dos pontos altos do espetáculo foi o musical Footloose, que entoou um hit antigo que mexeu com as memórias da plateia.

Para a idealizadora da Companhia, Juliana De-Vecchi, o projeto foi sendo construído aos poucos, mas se expandiu de forma efetiva. “Estou imensamente orgulhosa de tudo e todos que fizeram parte dessa trajetória. Agora vamos começar os ensaios para o próximo show ‘Broadway Fever’, que vai ser apresentado em agosto”, comemorou. Ela explicou ainda que toda a renda do Caixa da On Broadway e 50% das vendas da coleção “Liberte o Artista que tem dentro de você” (coleção de uniformes criada por De-Vechi para a Companhia) será revertido para a reconstrução do teto do teatro Hora da Criança, no Rio Vermelho.

A Companhia - A Cia On Broadway é a única companhia de Musicais no estado e conta com cantores, bailarinos e atores exclusivamente baianos. Ela realiza os chamados Musicais de Repertório, faz uma adaptação e releitura dos mesmos. É o que acontece com os clássicos Ballets de Repertório como O Lago dos Cisnes, Giselle e O Quebra Nozes.



O projeto nasceu em 2005, nas salas da academia Ebateca Pituba, quando a idealizadora Juliana De-Vecchi (apaixonada por musicais!) e um grupo de colegas do Ballet tiveram a ideia de criar a companhia. Juliana havia acabado de chegar de São Paulo, depois de dois anos no Teen Broadway - Escola de Teatro Musical dirigida por Maiza Tempesta. O grupo deu início à Cia realizando um workshop que recebeu um grande número de participantes. O projeto foi interrompido em 2015 e retomado em 2017, quando a Cia realizou uma audição que contou com mais de 80 inscritos. Os 28 aprovados, entre cantores, bailarinos, atores, passaram a fazer parte desse processo de reestreia da On Broadway.





A idealizadora

Juliana De-Vecchi morou dois anos nos Estados quando teve muito contato com Musicais. Em seguida passou dois anos em São Paulo. É bailarina clássica e especializada também em Teatro Musical. Abriu em 2019 o primeiro Studio de Teatro Musical da Bahia. O On Broadway Studios vai oferecer os cursos Técnicos:

- Stage Jazz (Jazz para Palco, que aborda diversas linguagens trabalhadas em Musicais)

- Sapateado

- Canto

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑