Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 28 de maio de 2019

Secretarias discutem fortalecimento do projeto Escolas Culturais com dirigentes escolares

 Mais uma agenda voltada para o fortalecimento do projeto Escolas Culturais foi promovida nesta segunda-feira (27) pelas Secretarias Estaduais da Educação (SEC) e da Cultura (SECULT). Dirigentes de unidades escolares onde o projeto é desenvolvido participaram de um encontro no Instituto Anísio Teixeira (IAT), que faz parte da estrutura organizacional da SEC, em Salvador. A atividade contou com a participação do secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, e da secretária de Cultura, Arany Santana, e de técnicos dos respectivos órgãos.

A atividade foi marcada pela apresentação de experiência exitosas desenvolvidas no âmbito do projeto, que incrementa a arte e a cultura no currículo e alia a oferta de cursos de qualificação e formação profissional nas respectivas áreas. O projeto também abre as unidades escolares para a comunidade, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida.

O secretário Jerônimo Rodrigues falou sobre o papel estratégico do projeto Escolas Culturais no processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “Este é um projeto especial, que tem sido visto com muito carinho pelo governador Rui Costa. Para ele, as escolas precisam ter um leque de formas para dialogar com a comunidade e o governador enxerga na cultura uma dessas maneiras. Nossa ideia é fortalecer o projeto, que é transversal, com a participação de outras secretarias e, na Educação enxergamos o projeto como um fator de aprendizagem, da Educação de Tempo Integral, redutor de evasão escolar e de repetência. Precisamos garantir que estas 85 existentes possam atuar bem e as próximas, que com o aprendizado destas, possam ser bem executadas”, afirmou o secretário.

A secretária Arany Santana disse que o contato permanente com os gestores escolares e com os envolvidos no projeto contribui para a tomada de decisões voltadas para o aperfeiçoamento da ação governamental. “O governador foi muito feliz em lançar esse projeto e agora esta escuta é fundamental para que possamos ampliá-lo e qualificá-lo, ainda mais”, afirmou, ao destacar o impacto do projeto para a Educação e a Cultura. “Este projeto envolve a Educação e a Cultura e além de melhorar o ensino e aprendizagem, as relações entre aluno e professor, ele abre a escola para a comunidade e esta é uma construção muito rica”.

A diretora do Complexo Integrado de Educação de Ipiaú, unidade da rede estadual, Jordene Santos Silva, falou que o projeto fomenta o protagonismo estudantil, a arte e a cultura no Território. Para ela, este diálogo é fundamental para o fortalecimento do projeto. “Nossa experiência com as Escolas Culturais é muito válida, pois fortaleceu o traço cultural que a escola já possuía e abriu o diálogo da unidade escolar com a comunidade. Este encontro foi muito positivo para alinharmos e que a gente possa engrandecer e melhorar, cada vez mais, o projeto”, afirmou.


Escolas Culturais - A iniciativa é resultado de parceria entre as Secretarias da Cultura (SecultBA), e da Educação (SEC) de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e a Casa Civil.



Fonte: Ascom/IAT/SEC

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑