Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Exposição sobre reciclagem atrai estudantes e curiosos ao Salvador Shopping


Quem passa pelo Espaço Gourmet, no 1º piso do Shopping Salvador, se sente convidado a visitar a exposição “Salvador Recicla - Atitude Responsável, Cidade Limpa”, assinada pelo artista plástico Gilson Cardoso. Olhares curiosos são atraídos pelas obras feitas com material desprezado no lixo. Jornais, pneus, papelão, garrafas PET e lacres de latas de alumínio transformados em móveis, esculturas e artigos de decoração compõem o ambiente. A iniciativa da Prefeitura, por meio da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), em parceria com o Salvador Shopping, visa fortalecer as políticas públicas municipais em prol do meio ambiente, além de chamar a atenção sobre a importância da preservação ecológica.

O evento segue até quarta-feira (5), data em que é celebrado o Dia do Meio Ambiente. Com entrada gratuita, a exposição está disponível durante o horário de funcionamento shopping, de sábado à quarta-feira, das 9h às 22h. Os visitantes ganham lixeiras de carro ecológicas e mudas de plantas. Em meio ao público que esteve na exposição, nesta segunda-feira (3), estavam 21 alunos da Escola Municipal Epaminondas Bebert de Castro, localizada em Pernambués.

Encantados, os meninos e meninas do 3º ano com idades entre 8 e 11 anos, circulavam entre as quatro alas da exposição. Para Diego Tosta, de 11 anos, a atividade é fundamental porque, além de reforçar o conteúdo didático repassado em sala de aula, destaca a importância em preservar a natureza. “Na sala a professora nos ensina todos os dias que precisamos aprender a reutilizar o que iríamos jogar no lixo. Aqui a gente vê plástico e papel transformado em um arranjo de flores tão bonito. Podemos ajudar muito fazendo a nossa parte”, disse o menino, enquanto observava uma poltrona feita com pneus de caminhão.

Os cuidados com meio ambiente foram reforçados pela professora de Ciências da turma, Ana Lúcia Santana, que guiava os estudantes durante o passeio. A docente fez questão de explicar que a população sai ganhando quando entende a relevância do descarte consciente. “Trabalhamos muito esse tema em sala de aula. Aqui estamos vendo que podemos transformar o lixo que iríamos desprezar na natureza. Ensino a eles que desprezar o lixo de maneira irresponsável prejudica muito a natureza e também a cidade que termina tendo bueiros entupidos e prejuízos grandes na época das chuvas”, explicou.

A exposição deverá receber até a quarta-feira, a visita de estudantes de seis escolas municipais e jovens de 16 a 24 anos certificados pelo Parque Social como agentes multiplicadores de educação ambiental. A visitação programada atende a uma parceria da Limpurb com a Secretaria Municipal de Educação (Smed) e o Parque Social.

Para o presidente da Limpurb, Marcus Passos, a ação demonstra o comprometimento da Prefeitura com a preservação do meio ambiente em Salvador. “Atuamos não somente as ações relacionadas aos serviços essenciais do dia a dia, mas também no que diz respeito à limpeza urbana da cidade. Nosso intuito é despertar a consciência da população sobre as suas atitudes e o compromisso que cada um deve ter na preservação do planeta”, destacou o presidente.

Passos afirmou ainda que se trata de uma importante ação reforçando o compromisso da Prefeitura com a educação ambiental. “Ao mesmo tempo em que a exposição desempenha um papel de conscientização, ela também oferece ao visitante o encanto e a beleza desse tipo de arte, desenvolvida a partir do reaproveitamento de objetos descartados e materiais recicláveis. A mostra está belíssima, com peças atraentes e bem diversificadas. Vale a pena conferir”.

Consciência - Há 30 anos, a consciência ambiental já pauta a vida do o autor das obras da exposição, o artista plástico Gilson Cardoso. Formado em artes plásticas pela Escola de Bela Artes da Universidade Federal da Bahia, ele explicou que a mola propulsora para o trabalho foi uma reflexão sobre as questões ecológicas e todas as mazelas provocadas pelos homens em decorrência dos seus maus hábitos. “Queria fazer algo que pudesse ajudar a sociedade. Por isso, tem três décadas que transformo em arte tudo aquilo que as pessoas jogam fora no lixo”.

O artista iniciou fazendo obras de papel e hoje transforma todo e qualquer tipo de material. Segundo ele, a parceria com a Limpurb é de fundamental importância para obter a matéria prima das obras. “Muita coisa que as pessoas descartam como sofás velhos, armários, pedaços de guarda-roupa, camas e pneus. Tudo isso é reaproveitado e pode ser transformado em peças". 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑