Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Lançando livro sobre segurança pública, autor Luiz Eduardo Soares

 Lançando livro sobre segurança pública, autor Luiz Eduardo Soares faz abertura do XV Enecult

  

A abertura do Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Enecult), no dia 31 de julho, conta com a participação do escritor e antropólogo Luiz Eduardo Soares, um dos maiores especialistas em segurança pública do Brasil. Autor dos volumes 1 e 2 da série “Elite da Tropa”, inspiradora dos filmes “Tropa de Elite”, ele é o responsável pela conferência que inicia as atividades do evento. No evento, Luiz Soares também lança seu novo livro: Desmilitarizar; segurança pública e direitos humanos (Boitempo, 2019). A programação do Enecult começa às 18h, no auditório da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia, localizado no bairro da Federação.



O tema da palestra de Soares será “política como experiência: ódio e as linguagens da intensidade”. O cientista político aborda esse contexto a partir das suas experiências como professor de universidades públicas do Brasil, além de atuações como Secretário Nacional de Segurança Pública, Subsecretário de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, e também Secretário Municipal de Prevenção da Violência em Porto Alegre e Nova Iguaçu.



Luiz Eduardo Soares publicou 16 livros, dentre eles “Meu Casaco de General: 500 dias no front da segurança Rio de Janeiro” (2000) e “Rio de Janeiro: histórias de vida e morte” (2015), ambos finalistas do Prêmio Jabuti. “Cabeça de Porco” (2005), “Justiça” (2011) e “Tudo ou Nada (2011) também fazem parte da lista. A abordagem e pesquisas do autor defendem a legalização das drogas, a unificação das polícias civil e militar, e o fim do encarceramento em massa.



Campanha de financiamento

Reconhecido internacionalmente, o Enecult chega a 15ª edição, entre os dias 31 de julho e 03 de agosto. Mesmo num cenário de cortes de recursos na educação e cultura brasileiras, o XV Enecult resiste e, para manter a infraestrutura adequada e qualidade das edições realizadas nos últimos 14 anos, lança uma campanha de financiamento coletivo: Menos Ódio, Mais Cultura (www.benfeitoria.com/enecult). Criado em 2005, e realizado desde então na Universidade Federal da Bahia (UFBA), o evento atingiu o objetivo de se consolidar como um espaço de discussão sobre temas da cultura, sempre numa perspectiva transversal e multidisciplinar.



SOBRE O ENECULT

Ao longo dessa década e meia, mais de oito mil participantes já passaram pelo evento, mais de três mil trabalhos foram apresentados, além da presença de 215 convidados nacionais e 50 nomes internacionais. Importantes políticas públicas para o campo cultural do Brasil foram implantadas a partir de debates no Enecult, como os Pontos de Cultura, o Sistema Nacional de Cultura e Planos Municipais de Cultura, por exemplo. Iniciativas como essas nasceram do compromisso com a geração de conhecimento, contando com pensadoras e pensadores da cultura no país, a exemplo de Lia Calabre, Isaura Botelho, Leandro Colling, Renato Ortiz, Albino Rubim, Gilberto Gil, Juca Ferreira, Paulo Miguez, Renato Ortiz, entre outros. Acesse: www.cult.ufba.br/enecult

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑