Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 11 de agosto de 2019

Estado libera 300 mil de investimento em horta escolar

A preocupação com o meio ambiente passa pelo cuidado com a alimentação e o consumo consciente. Nesta perspectiva, o Governo do Estado liberou cerca de 300 mil reais de fomenta ao projeto “Hortas escolares -  plantar, cuidar e cuidar-se’, desenvolvido no âmbito das ações da Educação Ambiental e Saúde, da Secretaria da Educação do Estado. A iniciativa, que contempla 244 unidades escolares da rede estadual, também faz parte do Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional desenvolvido por várias secretarias estaduais, sob a coordenação da Casa Civil. 

O projeto alcança mais de 150 mil estudantes. O recurso já foi depositado nas contas das escolas. Atualmente, 476 unidades escolares da rede estadual já possuem hortas implantadas, enriquecendo o aprendizado e o cardápio da merenda de mais de 320 mil estudantes.  As 244 unidades escolares contempladas, em 2019, manifestaram interesse por meio de um mapeamento realizado pela SEC, em 2018, além do plano de ação elaborado pelas mesmas no projeto “Juventude em Ação”. 

O coordenador de Educação Ambiental e Saúde da Secretaria, Fábio Barbosa, falou da importância desse recurso. “Com a disponibilização do recurso financeiro, as unidades escolares poderão desenvolver suas hortas e utilizá-las com instrumento didático e pedagógico, envolvendo várias áreas do conhecimento. As atividades pedagógicas realizadas auxiliam na conscientização dos estudantes sobre a temática socioambiental que, através da experiência com a horta, compreendem a necessidade da conservação dos ecossistemas, do reaproveitamento de resíduos sólidos, das implicações de uso dos agrotóxicos e da importância de bons hábitos alimentares e nutricionais. Tudo isso por meio de um trabalho dinâmico, participativo, prazeroso, inter e transdisciplinar, promovendo descobertas e múltiplas aprendizagens, destaca Barbosa.  

Para a implantação e manejo das hortas, as unidades podem contar com o apoio técnico dos Serviços Territoriais de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF), localizados em suas regiões. Tratam-se de unidades territoriais descentralizadas de representação da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com o objetivo de desconcentrar, descentralizar, articular e implementar programas, projetos, ações e políticas públicas voltadas para o desenvolvimento rural. 

Dentre as escolas que já possuem horta estão o Colégio Estadual Jane Assis Peixoto, no distrito de Posto da Mata, em Nova Viçosa (933 km de Salvador). Professores, gestores e estudantes mudaram um pouco a cara do espaço escolar com a manutenção dos jardins e da horta para enriquecer o sabor da merenda. A horta escolar também pode ser uma das estratégias para estimular a inclusão de propostas de sustentabilidade socioambiental no Projeto Político Pedagógico, além de incentivar a criação e o fortalecimento das Comissões de Meio Ambiente e Qualidade de Vida (COM-VIDA), contribuir para a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e para a consecução dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. 

Confira a lista das escolas contempladas e saiba mais sobre o Projeto Hortas Escolares: plantar, cuidar e cuidar-se no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).


Fotos: Divulgação


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑