Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 11 de agosto de 2019

Estudante de Cajazeiras apresenta jogo digital sobre Astronomia na SBPC

O estudante Maicon Douglas dos Santos, 17, do 3º ano no Colégio Estadual Edvaldo Brandão Correia, localizado no bairro de Cajazeiras, em Salvador, é um dos representantes da rede estadual de ensino na 71ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que acontece até sábado (27), na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul (MS). O aluno está apresentando o seu projeto “Razão celeste: um jogo sobre Astronomia”, na I Mostra Nacional de Feiras de Ciências, que acontece dentro da SBPC, considerada o principal evento na área de pesquisa acadêmica do país, no qual são apresentados trabalhos e debates realizados por professores, estudantes e cientistas de todo o Brasil.

O jogo, desenvolvido no âmbito do projeto Ciência na Escola da Secretaria da Educação do Estado, tem o intuito de inserir no contexto escolar uma ferramenta didático-lúdica que abordasse a Astronomia como um tema transversal por meio de seus conceitos e os da Física. Além disso, conteúdos da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) são destacados por meio de quiz (jogo de perguntas e respostas), para auxiliar os estudantes que farão a prova.

“No jogo criado com o software Game Maker Studio, o participante joga em interfaces que ilustram, de forma 2D e 3D, o Sistema Solar, facilitando o entendimento das relações entre seus astros, da sua fragmentação e da sua movimentação. O jogador explora os planetas por meio de espaçonaves que podem ser melhoradas com a obtenção da moeda Astrocoim e que são recebidas como recompensa pelos acertos nas respostas do quiz presente no jogo”, explicou o estudante Maicon Douglas dos Santos.

Sobre a participação na feira, o aluno falou da sua experiência de participar de um dos maiores eventos da área cientifica. “Estou trocando muitas informações com colegas e pesquisadores de várias partes do país. Acredito que esta experiência vai contribuir muito para a expansão do meu conhecimento e, consequentemente, ajudar a aprimorar ainda mais o meu projeto através de pesquisas mais aprofundadas”, disse.

O professor e orientador Jorge Lucio dos Santos também destacou a importância do projeto e do evento. “Com este jogo, outros estudantes poderão se preparar melhor para a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) através do acesso por computador ou celular com sistema Android. Estou muito contente com esta oportunidade que o meu aluno está tendo, que é de poder ter contato com outros jovens que desenvolvem pesquisas de alto nível, e com o reconhecimento internacional. Isso vai agregar muito na sua formação”. 

Visibilidade e reconhecimento - Esta não é a primeira vez que o projeto ganha destaque em feiras científicas de nível nacional. O jogo já foi apresentado no Encontro de Jovens Cientistas da Bahia (CJC), que aconteceu na Universidade Federal da Bahia (UFBA), em 2018, no qual conquistou o 2º lugar na modalidade jogos e rendeu uma credencial para participar da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE) e, também, da SBPC. O projeto também conquistou este ano o 2º lugar em competição de jogos digitais no Simpósio de Jogos Eletrônicos em Educação (SJEEC), sendo o único estudante da Educação Básica participante. Já na Expo Nacional MILSET Brasil 2019, realizado em Fortaleza, o projeto ganhou o 1º lugar na categoria Ciências Exatas e da Terra, no qual recebeu credencial para participar da MILSET AMLAT, que será realizada na Argentina, em 2020.


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑