Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 7 de setembro de 2019

Multidisciplinaridade é característica entre veterinários do CCZ

Do leite que vai para a mesa durante o café da manhã até a carne que vai ao prato de cada pessoa na hora do almoço, há, por trás do processo de fiscalização, a atuação de um médico veterinário. A profissão, que tem o dia 9 de setembro como data comemorativa, não se restringe apenas aos cuidados periódicos e de saúde com os animais domésticos, mas a uma gama de outras possibilidades, a exemplo do controle e a prevenção de arboviroses como a própria dengue.

Atuante na estrutura do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Salvador, o veterinário Aroldo Carneiro explica que a área é bastante abrangente. "A veterinária é uma das profissões que têm uma relação entre saúde humana, ambiental e animal. Hoje a gente considera importante abordar desta maneira integrada, como uma saúde única, porque essa é uma normativa da Organização Mundial da Saúde (OMS). É um olhar voltado para a saúde do planeta em geral", destacou.

Cerca de 20 veterinários trabalham na estrutura do CCZ. O equipamento promove, dentre outros serviços, o controle de animais peçonhentos e a prevenção para doenças que podem ser transmitidas dos animais para os seres humanos, como a raiva e a leptospirose.

Cuidado é saúde pública - Cada vez mais é comum ver a adesão dos membros de uma família a um animal de estimação, considerando-o até mesmo como um outro integrante do grupo. O conceito, que é conhecido como "família multiespécie" é importante para se pensar sobre os cuidados com os pets.

A ideia, reiterada por Aroldo, é uma das medidas relevantes para a saúde pública já isso reforça o cuidado dos tutores para com os animais. Segundo ele, o primeiro passo para quem quer criar um pet é justamente levar o bicho ao médico veterinário. "Há uma série de questões, por isso precisa levar para ser avaliado. Além da antirrábica é preciso fazer a desverminação, com a manipulação de medicamento específico", salientou.

Quem tiver gato, cachorro ou qualquer outro animal - os silvestres precisam de autorização, vale lembrar - deve se preocupar com a higiene completa e o bem estar dele. É imprescindível que momentos de lazer sejam proporcionados e que uma boa alimentação seja oferecida. "O animal estando com saúde o ser humano vai estar com saúde", completou Aroldo.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑