Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Osba realiza mais uma edição do Sarau Myriam Fraga - Osba no MAM

A Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) comemora 37 anos neste mês de setembro e dentro da programação de aniversário realiza, na quinta-feira (20), com sessões às 17h e às 19h, o Sarau Myriam Fraga - Osba no MAM, no Casarão do Museu de Arte Moderna da Bahia. Com regência do maestro Carlos Prazeres, o repertório apresentado mescla músicas de concerto com músicas populares, com obras de compositores como Villa-Lobos, Toquinho, Guerra Peixe e o italiano Ennio Morricone. A entrada é gratuita, com retirada de ingressos no site Sympla a partir do dia 18 de setembro, às 10h.

No programa, dentre as músicas de concerto, serão executadas obras do compositor brasileiro Ernani Aguiar e do húngaro Béla Bartok - com as Danças Folclóricas Romenas. Já o repertório de canções populares inclui Tarde em Itapuã, de Toquinho e Beatriz, de Edu Lobo. A proposta do Sarau Myriam Fraga - Osba no MAM é que seja um momento de troca direta com o público. Com lotação reduzida, o maestro propõe e convida entre uma música e outra que o público presente faça inserções de performances, leitura de poesia e qualquer outra manifestação artística.


Osba no MAM

O projeto do Sarau foi idealizado em 2014 e teve sua primeira edição em fevereiro daquele ano, sendo realizado em parceria com o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA). A ideia inicial era integrar a Osba na 3ª Bienal da Bahia, realizada naquele ano, colocando a música de concerto em diálogo com as mais diversas linguagens artísticas num ambiente mais descontraído. O projeto deu tão certo que segue vivo até hoje. Nas edições do Sarau OSBA NO MAM, o maestro Carlos Prazeres investe numa maior interação com o público, apresentando curiosidades do universo da música de concerto e abrindo espaço para intervenções de poesia, dança e outras linguagens.




SERVIÇO:


Quando: 20 de setembro
Horário: 17h e 19h
Local: MAM (Museu de Arte Moderna)
Regente: Carlos Prazeres

PROGRAMA:

E. AGUIAR – Quatro momentos para orquestra de cordas
H. VILLA-LOBOS – “Prelúdio” das Bachianas nº 4
G. PEIXE – Mourão
B. BARTOK – Danças Folclóricas Romenas
E. MORRICONE – Thème d'amour (Cinema Paradiso)
A. PART – Cantus in Memory of Benjamin Britten
E. LOBO – Beatriz
TOQUINHO – Tarde em Itapuã
B. SILVA – Prefixo de Verão



Fonte: Ascom/ Osba

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑