Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

SPMJ promove “Blitz da Infância: Setembro Amarelo” na Estação Nova Lapa


Com o objetivo de conscientizar e orientar as famílias sobre a importância de identificar os sintomas da depressão, da automutilação e prevenir o suicido na adolescência, a Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) realizou a “Blitz da Infância: Setembro Amarelo”, na Estação Nova Lapa, nesta quarta-feira (25). Técnicos da Diretoria da Infância e Juventude estiveram nas dependências do maior terminal de transporte de Salvador distribuindo emotions amarelos e cartazes informativos. O material gráfico que faz alusão ao Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção do suicídio, foi afixado nos vidros e catracas dos ônibus, pilares dos pontos e também entregue aos usuários que passavam pela Estação.

Depois de ser abordada por um dos técnicos, a cozinheira Marlene Sacramento, 68 anos, avó de seis netos adolescentes, fez questão de destacar a importância da iniciativa para o esclarecimento das famílias. “Muitas vezes acontece perto da gente e não conseguimos perceber, daí é preciso muitas ações como essa”, disse ela, enquanto recebia o emotion com a frase “Sorria você está sendo amado!”. Mais adiante, no ponto da linha Sussuarana-Lapa, o vigilante Leandro Cabral, 46 anos, explicava para o filho de 10 anos o teor da campanha do Setembro Amarelo.

“Já converso muito com ele em casa, mas nunca é demais. Estou dizendo que os pais são os melhores amigos e se algo não vai bem, precisam nos contar, conversar. O diálogo em casa é fundamental na criação e pode evitar situações trágicas como o suicídio”, considerou o pai.  

Para a secretária da SPMJ, Rogéria Santos, iniciativas de conscientização e educação promovidas pelo poder público são fundamentais para ajudar a prevenir os casos de suicídios entre adolescentes e jovens em Salvador. “Entendemos que esse é um assunto, por vezes, tido como tabu e precisamos falar sobre isso, entender as necessidades desses adolescentes, aprendendo a ouvir e cuidar”, ressalta a secretária.

Peça ajuda - A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta o suicídio como a segunda principal causa de morte de pessoas entre 15 e 29 anos. No Brasil, os casos aumentaram 65%, entre pessoas com idade de 10 a 14 anos, e 45% na faixa de 15 a 19 anos, de 2000 a 2015. A informação, com dados do Ministério da Saúde, é da última edição do Mapa da Violência. O Ministério da Saúde oferece o serviço de ligações para o CVV (Centro de Valorização da Vida), que auxilia na prevenção do suicídio e dá atenção a pessoas que sofrem de ansiedade e depressão.

Para falar com um voluntário treinado para esse tipo de situação, basta discar o número 188 pelo telefone. A assistência também é prestada pessoalmente na unidade que Rua do Bângala, Nº. 47/99 Nazaré, que funciona 24 horas, ou ainda por e-mail ou chat no site (cvv. org. br).

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑