Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Programa 'Bahia. Estado Voluntário' é apresentado a gestores da educação estadual

Apresentar o Programa 'Bahia. Estado Voluntário' e, assim, fomentar a prática do voluntariado entre os Núcleos Territoriais de Educação (NTEs), fez parte da programação do primeiro dia do VIII Encontro de Dirigentes da Educação, realizado pela Secretaria Estadual da Educação nesta segunda-feira (13), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador.

Desenvolvida pelas secretarias de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e da Administração (Saeb), a plataforma digital possibilita, desde setembro do ano passado, que órgãos estaduais, ONGs e instituições privadas sem fins lucrativos cadastrem projetos no site do programa, além da inscrição de voluntários, maiores de 18 anos, nas ações. Atualmente, 969 voluntários e 66 projetos e ações estão inscritos na plataforma, já regulamentada na legislação baiana, por meio do decreto estadual nº 19.262/2019.

“O programa vem para trazer um novo olhar sobre o voluntariado na Bahia. Ela funciona como um caminho, uma intermediação entre o voluntário e os projetos de voluntariado. E sabemos que, na Educação, já existem muitos projetos em andamento e professores por trás desses projetos. É por isso que contamos com a colaboração de vocês”, reforçou Kátia Camillo, coordenadora da plataforma Bahia. Estado Voluntário na SJDHDS.

Além de explicar conceitos e o impacto do trabalho voluntário no Brasil e no mundo, a coordenadora também apresentou, ao público, o passo a passo da estruturação de um projeto para a plataforma, que requer itens como foto, título da ação, descrição geral (resumida), objetivos, justificativa, estratégias e cronograma.

O voluntário da Associação de Fanfarras e Bandas da Bahia (AFAB-BA), José Roberto Argôlo, 49 anos, presente no evento, classificou a iniciativa que acabou de conhecer como “maravilhosa”, uma vez que contribui com o aumento do número de voluntários na Bahia. “Muita gente tem vontade de fazer trabalho voluntário e não sabe bem por onde começar. Enxergo essa ação como um farol, um benefício para toda a sociedade”, comentou.

Como funciona

Para participar, órgãos e instituições sem fins lucrativos e voluntários devem preencher cadastros específicos no site. No caso das instituições, é necessário apontar itens como o CNPJ e a razão social. Já pessoas físicas que queiram realizar a atividade devem indicar os dias e horários disponíveis, além das áreas de atuação nas quais têm interesse em participar.

Ainda existe a possibilidade dos candidatos receberem convites para participar de projetos adequados ao seu perfil. Caso aceite, o candidato aguardará a aprovação do gestor do projeto, que também deve monitorar e avaliar o desempenho dos voluntários, a fim de validar o certificado de participação ao final do trabalho.

Confira mais informações no site: www.estadovoluntario.ba.gov.br.


Fotos: Michele Brito | Ascom SJDHDS

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑