Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Baile de Carnaval com Paroano Sai Milhó no Café Teatro Rubi


Apresentações ocorrem dias 14 e 15 de fevereiro, com uma reverência especial para a música nordestina




Depois do sucesso dos bailes nos últimos anos, o grupo Paroano Sai Milhó foi convidado novamente para animar o projeto de Carnaval do Café Teatro Rubi, no Wish Hotel da Bahia (antigo Hotel Sheraton da Bahia), nos próximos dias 14 e 15 de fevereiro, sempre das 20h às 23h. O concorrido Baile de Carnaval já está com ingressos à venda e a expectativa é que repita o sucesso dos anos passados, quando as mesas se esgotaram com antecedência.


A proposta do evento é relembrar o clima dos carnavais de salão e, por isso, o Paroano Sai Milhó convida o público a também vestir sua fantasia e dançar ao som de músicas que marcaram época. “Vamos reviver os bailes que aconteciam em períodos de ouro da folia e deixaram saudades. Queremos levar nosso abraço e nossa emoção, para comemorar os 56 anos e 57 carnavais do grupo”, afirma Francisco Mascarenhas, integrante e cofundador do ‘Paroano’.


Durante as duas noites, Mascarenhas garante muita animação a todos os presentes, ao som de ritmos nordestinos presentes no carnaval como o samba-reggae, o frevo, o samba-de-roda, o ijexá, o galope, além de músicas da Tropicalismo, do Axé, entre outras vertentes. O show ainda resgata as tradicionais marchinhas carnavalescas e muitos outros arranjos feitos para garantir a diversão do público. Os ingressos podem ser adquiridos pelo site https://couvertartistico.caferubi.com.br/, na bilheteria do Café Teatro Rubi ou pelo contato: 71 2626-0032.


História e tradição - Uma das entidades mais tradicionais da folia baiana, o Paroano Sai Milhó fez seu primeiro desfile de Carnaval em 1964. A primeira fantasia usada pelo grupo foi improvisada e não agradou muito. Alguém, a título de consolo e incentivo, disse: "para o ano sai melhor", e a frase acabou sendo adotada como nome do bloco. Nas ruas, os integrantes tratavam de acrescentar ao repertório tradicional carnavalesco, formado de marchinhas, sambas e frevos, músicas da MPB, de todas as épocas e estilos, com arranjos especiais para o Carnaval. O oásis do carnaval baiano", disse certa vez Caetano Veloso.



Apesar da estreia na festa de Momo, sua fundação oficial se deu em 9 de fevereiro de 1964, nas rodas de seresta do Largo do Godinho, no bairro da Saúde, na década de 60, pelo engenheiro e violonista Antônio Carlos Mascarenhas, o “Janjão”.
O que define o grupo, composto atualmente de 17 músicos e vocalistas, é a sua forma original acústica, que desafia o som eletrônico já que todos cantam “no gogó”, em ciranda, de estandarte em punho, travestidos de palhaços, como um "Exército de Brancaleone" do Carnaval de rua da Bahia, empunhando violões, cavaquinhos e percussões diversas, sempre cumprindo a promessa cunhada no seu nome.



Os integrantes, que atuam em diversas áreas profissionais, reúnem-se para os ensaios e apresentações do grupo com muita alegria, sendo sempre acompanhados de familiares e amigos que também fazem parte desta tradição.



SERVIÇO
Baile de Carnaval com o Paroano Sai Milhó

Local: Café Teatro Rubi – Wish Hotel da Bahia (antigo Hotel Sheraton da Bahia), Avenida Sete de Setembro, 1537;

Datas: sexta e sábado, 14 e 15 de fevereiro, das 20h às 23h;

Ingresso: R$80;

Vendas: bilheteria do Café Teatro Rubi – Sheraton da Bahia Hotel, de segunda a sábado, das 14h às 19h; e no site:  https://couvertartistico.caferubi.com.br;

Mais Informações: 71 3013-1011.


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑