Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 24 de março de 2020

Mudanças nos atendimentos da área social por conta do coronavírus

Entre as medidas divulgadas hoje pela Sempre estão alterações no funcionamento do Cuidar, do Restaurante Popular e Abrigo Dom Pedro II

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), anunciou hoje medidas específicas para a área social visando, sobretudo, a proteção do público considerado mais vulnerável em relação ao coronavírus (Covid-19). Por conta disso, haverá, a partir de hoje (17), alteração no atendimento e no funcionamento de estruturas geridas pela pasta, a exemplo dos espaços de acolhimento e centros de assistência, Restaurante Popular e do Abrigo Dom Pedro II. Além disso, a Sempre decidiu criar um comitê para coordenar essas e outras ações, sem, claro, deixar a população desassistida nesse momento de crise mundial.

Entre as medidas consideradas mais importantes pela titular da Sempre, Ana Paula Matos, está a ampliação das doações de alimentos a pessoas em situação de rua e com deficiência, idosos, pessoas com deficiência e para o público dos centros de assistência social (CRAS e CREAS). “Todas as medidas que estamos anunciando são essenciais, já que a pasta lida diretamente com pessoas em situações de vulnerabilidade, público mais afetado em época de crise econômica e social como a que estamos vivendo agora, devido ao surto do Covid-19", afirmou a secretária. 

Novos horários - Uma das alterações será nos atendimentos do Cuidar, cuja sede fica no Comércio e onde as pessoas realizam o cadastramento para benefícios sociais, a exemplo do Bolsa Família. A partir de agora, no máximo 200 pessoas poderão ser atendidas simultaneamente no espaço (redução de 50%). Outros cuidados foram tomados, como a distribuição de máscaras e álcool em gel entre os servidores do Cuidar e a ampliação da distância entre as áreas reservadas ao atendimento, para evitar contato próximo. 

No caso do Restaurante Popular, situado em São Tomé de Paripe, o horário de funcionamento foi ampliado para priorizar idosos e pessoas com deficiência. Agora, o equipamento passa a funcionar das 11h às 13h30 (abrindo meia hora mais cedo). Eventos agendados para o restaurante estão temporariamente suspensos. 

Proibição de visitas - No caso do Abrigo Dom Pedro II, visitas em grupo estão proibidas. As visitas de familiares, se forem indispensáveis, devem ser orientadas pela equipe técnica de saúde. Os idosos estão proibidos de sair do espaço, a não ser em casos excepcionais tratados com a direção do abrigo. Haverá também o reforço nos cuidados de higienização e diálogo intenso com os idosos para evitar pânico em relação à doença. 

Centros - No caso dos centros de assistência social (CRAS e CREAS), estão suspensas as atividades dos grupos de risco (como idosos e gestantes), além de eventos. As atividades dos demais grupos só podem contar com o número máximo de dez pessoas. As visitas domiciliares ocorrerão apenas em casos emergenciais. 

A Unidade de Políticas para Pessoa com Deficiência também suspendeu eventos por 90 dias. O mesmo vale para o curso de Libras, que não vai ocorrer pelos próximos 15 dias. O Centro Dia, que atende crianças com microcefalia e zika no Parque Bela Vista, teve as atividades de permanência suspensas temporariamente, mas as ações de apoio estão mantidas, com intensificação do suporte remoto às famílias.  

Para as Unidades de Acolhimento Institucional (UAIs), que abrigam moradores de rua, será obrigatório o uso de álcool em gel e a orientação para não compartilhamento de recipientes e alimentos individuais. Os locais vão distribuir entre os ocupantes palestras e cartilhas sobre higienização. Eventos externos e internos estão cancelados.  

Materiais de proteção - A secretária Ana Paula Matos ressaltou que materiais de proteção, como álcool em gel e máscaras, serão distribuídas para os assistentes sociais e funcionários de todos os setores da Sempre. Ela também ressaltou que o comitê criado no âmbito da pasta vai acompanhar a evolução do quadro do coronavírus diariamente, mas que a população não ficará desassistida.

“Reiteramos também que os serviços da Sempre continuam sendo ofertados pois temos benefícios eventuais dos quais as famílias não podem prescindir, a exemplo de auxílio aluguel e cesta básica, auxílio funeral e natalidades, dentre outros. Além dos já citados serviços de prestação ininterrupta, como abrigo de idosos, unidades de acolhimento institucional para população em situação de rua e crianças”, garantiu.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑