Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 11 de março de 2020

Restaurante Popular realiza comemoração especial pelo Dia da Mulher

Flores, informação, empoderamento e união rechearam a comemoração pelo Dia Internacional da Mulher, celebrado no Restaurante Popular Cuidar, em São Tomé de Paripe, nesta terça-feira (10). Promovida pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), através da Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (Cosan), a ação contou com programação especial para as mulheres assistidas na unidade. 

Uma das ações foi uma palestra gratuita sobre a participação das mulheres na sociedade, em parceria com a Fundação Cidade Mãe (FCM). Também fizeram parte da programação um almoço festivo e o serviço do CadÚnico, realizado por técnicos do Gerência de Gestão de Cadastro Único (GGCU) da Sempre, para inclusão e atualização cadastral, orientação sobre os programas sociais, entre outras atividades. 

“O restaurante popular não fornece apenas o alimento diário. Por isso, através de iniciativas como essa buscamos empoderar, conscientizar e gerar autonomia para as mulheres em situação de vulnerabilidade, que são maioria do público assistido da Sempre”, afirmou a secretária da Sempre, Ana Paula Matos.

O coordenador da Cosan, Gabriel Falcetta, contou que a atividade buscou, também, enfatizar a representatividade feminina. “Desde a palestrante, enquanto mulher e mãe, até os temas abordados, tudo foi pensado para fortalecê-las e reforçar ainda que o restaurante pode ser fonte de informação e ponto de apoio para elas”, ressaltou. 

A pedagoga e palestrante do evento Milena Nascimento relatou que a atividade estimula a reflexão sobre as particularidades que envolvem as mulheres. “Compartilhar informação, sobretudo com mulheres que, muitas vezes, tem pouco acesso à informação, além de reconhecer as lutas e conquistas diárias, é muito importante”, disse.



Frequentadora do Restaurante Popular, Elizabeth Santos, 30 anos, avaliou a inciativa de forma positiva. “Eu estou achando ótimo, informação nunca é demais. Têm muitas mulheres que são oprimidas e não sabem os seus direitos, o seu valor”, elogiou.



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑