Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Agricultores e agricultoras familiares da Bahia seguem contando com o serviço de assistência técnica e extensão rural

A Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), unidade da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), segue atuando no apoio e atendimento aos agricultores e agricultoras familiares da Bahia, com o serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater), nos 27 Territórios de Identidade, apesar do estado de calamidade e das limitações provocadas pela pandemia do novo coronavírus.

Cumprindo as determinações de isolamento social e necessidade de evitar aglomerações neste momento, para conter o avanço da pandemia, as equipes da Bahiater adotaram uma nova forma de trabalho, que inclui a presença limitada nas sedes e o atendimento por telefone, e-mail, aplicativos para celular e redes sociais. As unidades dos Serviços Territoriais de Apoio à Agricultura Familiar (Setaf's), localizadas onde decretos municipais restringem seu funcionamento, encontram-se fechadas, com as equipes trabalhando exclusivamente por meio remoto.

"O momento atípico requer de toda a população um redobrar de cuidados com a saúde e a adesão ao isolamento social para conter o avanço da pandemia. A produção de alimentos saudáveis, prioridade máxima da agricultura familiar, é um serviço essencial, de grande relevância, necessitando que os serviços de Ater continuem sendo realizados. Nossa equipe técnica permanece atenta, respeitando todas as restrições que o atual contexto nos impõe, de modo a favorecer que agricultores familiares sejam devidamente atendidos", destacou a superintendente da Bahiater, Célia Watanabe.

As principais atividades realizadas pelos técnicos neste período são a renovação da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), vencidas até o dia 30 de março, pois, a partir dessa data, o documento terá a validade prorrogada automaticamente por seis meses; emissão e renovação de DAP jurídica, para efeito de comercialização institucional de programas como o de Aquisição de Alimentos e de Alimentação Escolar (PAA e PNAE); orientações para o funcionamento de feiras livres, garantindo todos os cuidados com a prevenção de contágio da Covid19; orientações para pagamento de boletos do Garantia-Safra; e orientações gerais sobre as políticas públicas.

O coordenador da Bahiater no Setaf do Território de Identidade Irecê, Alan Franca, explicou que entre as atividades realizadas pelos técnicos da Bahiater no território, neste período, está a realização de um mapeamento das feiras que acontecem nos municípios que compõem o território: "Entramos em contato com os representantes das feiras e secretários de Agricultura, para saber onde estavam ocorrendo e como estava o fluxo de pessoas e da comercialização dos produtos. Daí, em grupos de WhatsApp e por telefone, começamos a passar orientações para o funcionamento durante este período, como o distanciamento de barracas, uso de máscaras, disponibilização de álcool em gel nas barracas".

Alan explica que, na sede do município de Irecê além da feira livre, acontece uma grande feira de orgânicos, às quartas-feiras, com a participação de produtores de 15 municípios do território. A partir de um esforço em conjunto entre os técnicos da Bahiater e a Secretaria de Agricultura e Prefeitura local, está realizando um acompanhamento dos técnicos com as devidas orientações, continuando um trabalho que já vem sendo feito pela equipe da Bahiater, com a distribuição de máscaras e álcool em gel.

Além das vendas diretas, os responsáveis pela feira orgânica estão oferecendo também o serviço de entregas nas casas dos consumidores. Já no município de Jussara, a feira está acontecendo com as barracas colocadas nas portas das residências dos próprios feirantes.

O trabalho não para também em outros territórios, como o Extremo Sul. De acordo com Fabiana Longo, subcoordenadora da Bahiater no Setaf Extremo Sul, com sede no município de Teixeira de Freitas, os técnicos estão disponíveis para o atendimento aos agricultores, seja por questões que envolvem a base produtiva, seja para esclarecer outras dúvidas de agricultores e agricultoras de todo o território: "Estamos atendendo uma média de 10 pessoas por dia, por telefone ou WhatsApp, porque o Setaf está funcionando de forma restrita, mas continuamos trabalhando com serviços como o de emissão e renovação das DAPs, por exemplo".

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑