Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 29 de maio de 2020

Bahia tem 16.917 casos confirmados de Covid-19

A Bahia registra 16.917 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 15,40% do total de notificações no estado. Os 39 óbitos contabilizados no boletim epidemiológico desta sexta-feira (29) referem-se a um período de 36 dias, conforme observado nos perfis detalhados. Ou seja, não ocorreram em 24 horas. Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Corregedoria.

Considerando o número de 16.917 casos confirmados, 5.502 recuperados e 609 óbitos, 10.806 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 2.442 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 289 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (62,92%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (4.776,06), Ipiaú (4.207,27), Itabuna (4.019,27), Salvador (3.604,37) e Itajuípe (3.367,33).

O boletim epidemiológico registra 40.313 casos descartados e 109.824 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h30 desta sexta-feira (29).

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.679 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 960 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 57%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 731 leitos exclusivos para o coronavírus, 505 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 69%. 

O número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 51.192 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 29 de maio de 2020. Estão em análise 3.554 exames.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) contabiliza 609 mortes pelo novo coronavírus.

571º óbito – homem, 59 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Foi internado dia 21/05, e veio a óbito dia 23/05, em hospital da rede pública, em Feira de Santana;

572º óbito – homem, 73 anos, residente em Salvador, portador de doença respiratória crônica. Internado dia 18/04, veio a óbito dia 27/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

573º óbito – mulher, 41 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus. Foi internada dia 13/05 e veio a óbito dia 27/05, em hospital da rede particular, em Salvador;

574º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus, e doença respiratória crônica. Internado dia 09/05, veio a óbito em 27/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

575º óbito – mulher, 92 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, sem data de admissão, faleceu dia 27/05, em unidade pública, em Salvador;

576º óbito – homem, 69 anos, residente em Itabuna, portador de doença cardiovascular. Foi internado dia 29/04, veio a óbito dia 26/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

577º óbito – homem, 66 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internado dia 22/05, veio a óbito dia 24/05, em hospital da rede particular, em Salvador;

578º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Foi internado dia 22/05, veio a óbito dia 23/05, em hospital da rede particular, em Salvador;

579º óbito – homem, 91 anos, residente em Candeias, sem comorbidades. Foi internado dia 14/05 e veio a óbito dia15/05 em hospital da rede pública, em Candeias;

580º óbito – mulher, 61 anos, residente em Salvador, portadora de neoplasia. Foi internada dia 13/05, veio a óbito dia 15/05, em hospital filantrópico;

581º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Foi internado dia 03/05 e veio a óbito dia 03/05, em unidade da rede pública, em Salvador.

582º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, sem informação acerca de comorbidades. Sem informação sobre a data de internação, veio a óbito dia 17/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

583º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de epilepsia.  Sem informação da data de admissão, veio a óbito dia 04/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

584º óbito – mulher, 67 anos, residente em Salvador, portadora de neoplasia. Internada dia 23/05, veio a óbito dia 27/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

585º óbito – mulher, 86 anos, residente em salvador, portadora de diabetes mellitus. Foi internada dia 13/05 e veio a óbito dia 14/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

586º óbito – homem, 70 anos, residente em Ipiaú, portador de doença cardiovascular. Foi internado dia 16/05 e veio a óbito dia 27/05, em hospital da rede pública, em Vitória da Conquista;

587º óbito – homem, 82 anos, residente em Jequié, portador de doença respiratória crônica e tabagista, foi internado dia 22/05 e veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

588º óbito – mulher, 37 anos, residente em Salvador, tabagista e portadora de etilismo, foi internada dia 22/04 e veio a óbito no mesmo dia, em unidade da rede pública, em Salvador. Em função de resultado laboratorial inconclusivo, o óbito demandou maior tempo de investigação. A data do óbito foi dia 22 de abril com encerramento no dia 01 de maio e apenas agora foi notificado no sistema ministerial.

589º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, foi internada dia 13/05 e veio a óbito dia 14/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

590º óbito – mulher, 90 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de internação não informada, veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

591º óbito – mulher, 71 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença cardiovascular e obesidade, foi internada dia 19/05 e veio a óbito dia 25/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

592º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de internação não informada, veio a óbito dia 24/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

593º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 22/05 e veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

594º óbito – mulher, 94 anos, residente em Itaparica, sem comorbidades, foi internada dia 19/05 e veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

595º óbito – mulher, 59 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 16/05 e veio a óbito dia 21/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

596º óbito – homem, 84 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de internação não informada, veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

597º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, veio a óbito dia 20/05, em domicílio, em Salvador;

598º óbito – homem, 91 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença do sistema nervoso e imunodeficiência, foi internado dia 17/04 e veio a óbito dia 08/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

599º óbito – homem, 46 anos, residente em Salvador, sem comorbidade, foi internado dia 23/04 e veio a óbito dia 02/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

600º óbito – homem, 56 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de internação não informada, veio a óbito dia 20/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

601º óbito – homem, 88 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de internação não informada, veio a óbito dia 15/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

602º óbito – mulher, 85 anos, residente em Salvador, portadora de doença do sistema nervoso, foi internada dia 24/04 e veio a óbito na mesma data, em unidade da rede pública, em Salvador;

603º óbito – homem, 93 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informação sobre a data de admissão, veio a óbito dia 25/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

604º óbito – homem, 46 anos, residente em Juazeiro do Norte (Ceará), portador de diabetes mellitus e hipertensão arterial. Internado dia 11/05, veio a óbito dia 13/05, em hospital da rede pública, em Santa Maria da Vitória.

605º óbito – mulher, 70 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes mellitus e outras comorbidades. Internada dia 17/05, veio a óbito dia 25/05 em hospital filantrópico, em Salvador;

606º óbito – homem, 88 anos, residente em Itabuna, portador de doença cardiovascular. Foi internado dia 25 e veio a óbito dia 27/05 em hospital da rede pública, em Vitória da Conquista;

607º óbito – homem, 56 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular. Sem data de internação, veio a óbito dia 27/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

608º óbito – mulher, 84 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus e doença cardiovascular. Internada dia 22/05, veio a óbito dia 28/05 em hospital da rede particular, em Salvador;

609º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular. Sem data de internação informada, veio a óbito dia 20/05, em unidade da rede pública de saúde, em Salvador.

Faixa etária

Quanto ao sexo dos casos confirmados, 45,77% foram do sexo feminino, 38,21 do sexo masculino e 16% não se tem informação. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 20,22% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos e mais (1.623,73/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (1.482,92/1.000.000 habitantes).

A Sesab ressalta os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. O boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, está disponível no site da Sesab

Critérios para os exames da Covid-19

No Sistema Único de Saúde (SUS), a coleta de amostras para a realização do exame RT-PCR, que é o padrão ouro para a identificação do genoma viral, deve ocorrer em cinco situações: pacientes internados com suspeita de coronavírus, independente da gravidade; pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG); profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de Covid-19 ou que tenham tido contato com casos confirmados de coronavírus, mesmo que assintomáticos; pacientes que foram a óbito com suspeita de Covid-19, cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida; e em indivíduos institucionalizados durante investigação de surtos da doença.

Fonte: Ascom/Sesab

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑