Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 31 de maio de 2020

CDL Jovem de Salvador realiza ‘Dia Livre de Impostos’ online

Na ocasião, lojistas comercializam produtos e serviços sem o valor da tributação; ação chama atenção sobre a alta carga tributária do país e uso do dinheiro público



A CDL Jovem de Salvador, órgão da CDL Salvador, realiza na cidade, na próxima quinta-feira, 04/06, a 14ª edição do DLI – Dia Livre de Impostos. A instituição é responsável na cidade pela ação que acontece em todo o país, coordenado nacionalmente pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e pela CDL Jovem nacional. 

Para participar, lojistas podem se cadastrar no endereço www.dialivredeimpostos.com.br para comercializar seus produtos e serviços sem repassar o valor da tributação aos clientes. A iniciativa tem como objetivo conscientizar a população e sensibilizar as autoridades sobre a necessidade de reformas estruturais no modelo fiscal brasileiro. A adesão é gratuita bem como o kit com material de comunicação visual, cartazes, banners e demais peças, disponíveis para download. 

“Em discussão com as CDLs Jovens de todo o país, a decisão foi de manter o evento porque essa discussão sobre o uso do dinheiro público interessa a todos os cidadãos. Outro aspecto importante é que o apelo da campanha também pode ajudar lojistas a venderem mais para zerar estoques, uma vez que a redução de valores sempre é um atrativo para o consumidor”, explica o presidente da CDL Jovem de Salvador, Bruno Thomaz.



Participação

Em 2019, o DLI contou com a participação de mais de cinco mil lojistas e diversos segmentos do varejo, como supermercados, drogarias, shoppings centers, padarias e restaurantes. Para o presidente da CNDL, José César da Costa, “a projeção do aumento dos gastos do governo por conta das ações emergenciais na pandemia do coronavírus e a perspectiva do fechamento de milhares de empresas tornou a discussão sobre o sistema tributário no país inadiável”, afirmou. 

Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), as empresas no Brasil gastam, em média, 2.000 horas por ano para vencer a burocracia tributária, sendo considerado o único país em que se gasta mais tempo calculando e pagando tributos do mundo. 

O brasileiro trabalha mais de cinco meses do ano para pagar impostos. De acordo com um estudo do IBPT, somente a partir de 02 de junho, passados 153 dias do início do ano, a população começa a utilizar seus salários em benefício próprio.

Quando comparamos o Brasil com outros 30 países que também possuem uma carga tributária elevada, o Brasil está na 14ª posição no quesito arrecadação, mas está na última posição no retorno dos impostos arrecadados em prol do desenvolvimento social, educação, saúde e segurança.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑