Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 15 de junho de 2020

Postos de saúde de Salvador passam a oferecer vacina meningocócica ACWY para adolescentes

Postos de saúde de Salvador passam a oferecer vacina meningocócica ACWY para adolescentes 



Cerca de 85 mil jovens de 11 e 12 anos da capital baiana terão acesso à dose que protege contra quatro tipos de meningite.

A partir da próxima segunda-feira (08), mais uma vacina muito importante vai entrar no calendário básico de imunização do Sistema Único de Saúde de Salvador. A Meningo ACWY que protege contra meningite e infecções generalizadas causadas pela bactéria meningococo dos tipos A, C, W e Y, estará disponível nas 143 salas de imunização da rede municipal para adolescentes de 11 e 12 anos de idade.

Atualmente, os postos da capital também oferecem a vacina meningocócica do sorotipo C, que é indicada para bebês aos 3 e 5 meses e com reforço aos 12 meses. De acordo com a subcoordenadora de Controle de Doenças Imunopreveníveis, Doiane Lemos, a introdução da ACWY na rede básica será fundamental para ampliar a proteção e quebrar a cadeia de transmissibilidade da patologia no município.

“Reforçamos o pedido para pais e responsáveis pelos adolescentes de 11 a 12 devem procurar os postos de saúde para imunização. A vacina é administrada em dose única, mesmo nos jovens que já foram protegidos pela meningocócica C na primeira infância. A vacinação é a melhor forma de proteção contra a meningite”, explicou Lemos.

O objetivo do Ministério da Saúde é imunizar pelo menos 80% do público-alvo. Em Salvador, estima-se que 85 mil adolescentes encontram-se nessa faixa etária do público eletivo. Para ter acesso às doses, é importante a apresentação da carteira de vacinação, bem como, um documento oficial de identificação com foto. Durante a vacinação da ACWY, os jovens poderão ter a caderneta atualizada com alguma vacina que esteja em atraso.

As salas de vacina funcionam de segunda à sexta-feira, (exceto feriados), das 08:00 às 17:00 horas.


Meningite - É uma doença definida pela inflamação das membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal, chamadas meninges, e pode ser causada por bactérias, vírus, fungos ou parasitas. Os sintomas podem surgir de forma repentina e se caracterizam por febre, dor de cabeça, rigidez ou dor no pescoço, náuseas e vômitos. Manchas avermelhadas também podem surgir nas formas mais graves da doença, além de confusão mental, sonolência e dificuldade para acordar.


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑