Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 29 de julho de 2020

Caixa segue registrando longas filas nas agências


Diante da desorganização e da falta de vontade do governo e da direção da Caixa, agências de todo o país seguem com longas filas. Um perigo para a população atingida pela crise causada pelo coronavírus e que precisa do auxílio emergencial e para os empregados, sobrecarregados e expostos à Covid-19.

Além dos pagamentos da renda emergencial e do FGTS, o banco bloqueou mais de três milhões de contas digitais, obrigando mais pessoas a buscarem os serviços nas unidades, ao invés de investir em ferramentas tecnológicas para evitar correria às agências.

As entidades representativas dos empregados estão preocupadas com a situação e cobram medidas para organizar as demandas gigantescas. Vale lembrar que a Caixa é o único banco a realizar o pagamento do auxílio emergencial. 

São mais de 65 milhões de beneficiados. Sem falar nos 60 milhões do FGTS, além de mais de três milhões de pagamentos do BEM (Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda).  

A estimativa é de que em apenas em três meses cerca de 120 milhões de brasileiros tenham passado por alguma agência da Caixa. Isso significa que a cada 10 adultos, oito procuram atendimento nas unidades. 

Diante de números tão altos, os empregados estão extremamente sobrecarregados e cansados. O pior é que ainda precisam lidar com as cobranças absurdas por metas em plena pandemia.


Fonte Bancários Bahia

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑