Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 18 de julho de 2020

Fundo de incentivo busca aquecer mercado editorial

Catarse lança campanha nacional para impulsionar mercado do livro

Com inscrições até dia 30 de julho, Fundo de incentivo +LIVROS vai beneficiar autores, editoras e livrarias independentes

Uma ação inédita na história do mercado editorial brasileiro vai destinar recursos para autores, editoras e livrarias independentes de todo o país. O fundo de incentivo +LIVROS foi lançado essa semana pelo Catarse, plataforma de financiamento coletivo, que em nove anos já movimentou mais de R$ 131 milhões para diversos tipos de projetos.

A iniciativa é uma resposta do Catarse à pandemia de COVID-19, que intensificou a crise no mercado editorial, sentida especialmente a partir de 2018. De acordo com a Pesquisa Produção e Venda do Setor Editorial, feita este ano pela Nielsen Book para a CBL, o mercado editorial encolheu 20% entre 2006 e 2019.

O projeto reúne esforços de dezenas de agentes da cadeia do livro, e foi construído ouvindo mais de 600 depoimentos de quem faz e apoia campanhas do setor. Amazon, TAG Livros, Storytel, Aberst, Konduto, Pagar.me, Felsberg Advogados e as editoras Cia das Letras, Cobogó, Jambô, Editora Wish, Antofágica e o Canal Vá Ler um Livro estão entre os parceiros.

“Acreditamos que  essa iniciativa, desenhada com a colaboração de diversas mentes do mercado, pode realmente fazer a diferença nos negócios contemplados, não apenas pelo valor que será doado, mas, principalmente, pelas conexões que pretendemos estimular dentro da cadeia profissional”, afirma a diretora de Publicações do Catarse, Raíssa Pena.

O fundo +LIVROS já começou com cerca de R$ 430 mil e uma seleção de recompensas para os apoiadores da campanha (como cupons de desconto, ebooks exclusivos, mentorias profissionais), que foram articulados previamente com empresas parceiras. No entanto, para atingir a meta e impactar o maior número possível de beneficiários, é fundamental o apoio de pessoas físicas e outras marcas que queiram incentivar a produção do livro no país.

Para se inscrever, os interessados devem preencher um formulário na página da campanha, até o próximo dia 31 de julho. Podem participar autores, editoras e livrarias de todo o país que trabalhem com literatura e/ou quadrinhos, nos diversos gêneros de ficção e não-ficção. A diversidade geográfica, de linguagens, gênero e temáticas serão levadas em conta na seleção.

Quanto mais recursos a campanha arrecadar, mais profissionais e pequenas empresas serão beneficiadas. O Catarse calcula que serão contemplados pelo menos 150 autores, editoras e livrarias. As contribuições – de pessoas físicas e jurídicas – receberão contrapartidas por conta do apoio no projeto, como a inserção da marca na página de campanha e em peças de divulgação para empresas parceiras. Já para os apoiadores individuais, há uma seleção de recompensas exclusivas que vão de cupons de descontos para livros impressos, ebooks, audiobooks a mentorias profissionais.

Profissionais de referência do mercado editorial, entre os quais Felipe Castilho, Alessandra Ruiz, Bruno Mendes e Ketty Valencio, fazem parte do corpo técnico responsável pela seleção dos beneficiários. A lista preliminar dos contemplados deve ser divulgada até o dia 30 de agosto e, a lista final, até o fim de setembro, após a análise das documentações.


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑