Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 16 de agosto de 2020

Dicas: Zamioculcas zamiifolia: Saiba Como Plantar e Cuidar

 Com a vida corrida que temos hoje em dia não sobra muito tempo para cuidar de tantos afazeres, entre eles dedicar-se a um jardim ou às plantas. Mas isso não é sinônimo de que não as apreciamos e que não queremos estar em contato com elas! E mesmo quem não tem tanto tempo para se dedicar ao hobby da jardinagem, existem algumas opções interessantes, como as Zamioculcas.


As plantas nos conectam à natureza, nos trazem bem estar e nos lembram da sua grande importância para a nossa sobrevivência. Afinal, sem o trabalho delas, não haveria oxigênio para nossa existência. Então, se você quer tê-las por perto, mas não consegue cuidar muito bem, conheça a Zamioculca zamiifolia, uma planta fácil de cuidar, de baixa manutenção e que não necessita de tantas ferramentas para jardinagem, por exemplo.


Conheça melhor as Zamioculcas

Espécie exótica da família das Aráceas, originária da África tropical, as Zamioculcas são resistentes e necessitam de poucos cuidados. Elas conseguem sobreviver muito bem até em condições pouco favoráveis de água e iluminação. Dessa forma, até mesmo uma pessoa que não tem muito tempo disponível ou muitos conhecimentos de jardinagem, é capaz de conservar Zamioculcas.


Crenças populares concedem às Zamioculcas poderes de bons presságios ligados ao sucesso financeiro e, por esse motivo, muitas vezes acaba sendo utilizada com esse intuito em projetos voltados aos preceitos do Feng Shui.


De grande beleza plástica, devido ao intenso brilho de sua folhagem, as Zamioculcas são muito utilizadas em áreas internas como salas, corredores, halls, lojas, escritórios, entre outros. Isso porque elas se adaptam bem a lugares com pouquíssima luminosidade e ventilação e, por serem típicas de local quente, não toleram geada.




Como cuidar das Zamioculcas

Podemos utilizar as Zamioculcas de forma isolada em vasos, em maciços nos canteiros de jardins da área externa, mantidas à meia sombra e até sombra plena. O solo deve ser rico em matéria orgânica, bem drenado, porém com certa umidade. Evite o acúmulo de água, pois pode ocasionar o amarelamento das folhas e apodrecimento das raízes, culminando na perda da planta. Por esse motivo, fique atento quanto ao uso de regador e mangueira durante a rega.


Por ter necessidade baixa de água, as regas das Zamioculcas devem acontecer de 1 a 2 vezes por semana, de forma que o solo esteja sempre úmido, porém não encharcado. O ideal é ficar atento para que a rega aconteça antes que o solo fique totalmente seco.


Por possuírem um crescimento bem lento, as Zamioculcas não requerem podas com tesoura ou replantio com freqüência, resultando assim em uma baixa manutenção. Elas também não precisam de adubação química, sendo necessária somente uma reposição de adubo orgânico (húmus de minhoca) a cada 3 ou 4 meses para que a planta esteja sempre nutrida, saudável e vigorosa.


Como plantar Zamioculcas

Para o plantio das Zamioculcas, vamos precisar de vasos com tamanho adequado a fim de que a planta possa ainda crescer e se desenvolver por algum tempo, antes de pensarmos em fazer novas mudas e replantio.


Precisaremos de uma manta filtrante para colocar no fundo do vaso, depois uma camada de ¼ da altura do vaso de argila expandida para auxiliar na drenagem e a seguir o solo para plantio, que deve ter as seguintes proporções: 1 litro de terra vegetal rica em matéria orgânica, comprada em gardens centers, para cada 1 litro de terra comum, ½ litro de areia e ½ litro de húmus de minhoca.


Depois de bem incorporados, com a ajuda de uma pá coloque a terra preparada dentro do vaso, coloque a planta e preencha com o restante da terra. Ressaltamos que os itens acima são relativos somente à proporção, portanto a quantidade a ser preparada vai depender do tamanho do vaso que será utilizado.


A multiplicação de mudas de Zamioculcas é feito por sementes que caem da haste da sua floração ou por divisão de touceiras que desenvolvem novas mudas laterais com enraizamento aéreo. O ideal é se fazer o replantio dos vasos de plantas a cada 4 anos para o desmembramento da touceira, originando novas mudas e fazendo a renovação total da terra.


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑