Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 1 de agosto de 2020

Empresários contam como estão se preparando para cenário pós-pandemia

“Não posso dizer que vamos ser o que nós éramos. Vamos crescer de novo. Vamos começar um novo negócio”. A fala do empresário Melentino Tedesco resume o sentimento de muitos donos de pequenos negócios que foram impactados de alguma forma pela pandemia do novo coronavírus. Proprietário da Lanchonete Tedesco, o empresário foi um dos participantes da live “Dê o Play: Empresários do Novo Mundo”, nesta terça-feira (28), durante a Semana Sebrae de Capacitação Empresarial.

Durante live, Tedesco mostrou as adaptações que fez em seu estabelecimento, com a instalação de totens com álcool em gel, tapete de sanitização, totens digitais interligados com a linha de produção para fazer o atendimento ao cliente e a demarcação nos pisos e bancos para que os clientes mantenham distância um dos outros.

O empresário contou que sofreu um impacto duplo, já que sua lanchonete está localizada na rodoviária de Santo Antônio de Jesus. “Cerca de 70% do nosso negócio depende do transporte”, conta. No entanto, com as medidas restritivas, o transporte intermunicipal foi suspenso em diversas cidades. Há 136 dias, a lanchonete Tedesco está fechada, mas tem mantido o atendimento a pessoas jurídicas, inclusive hospitais.

Com certificações da ABNT e da ISO 9001, a lanchonete tornou-se uma referência na região. Tedesco foi ainda premiado com o MPE Brasil em 2015.  “O prêmio trouxe valor e o atendimento às normas técnicas nos permitiram ser essa referência, que nos possibilita fechar contratos com hospitais. Hoje, além do desjejum, estamos cuidando da alimentação das equipes de saúde”, conta.

Para Tedesco, diferencial sempre foi uma palavra-chave, mas ele considera que, agora, tornou-se mais do que uma necessidade para os empresários do novo mundo. “É preciso pensar em diferenciais já nesse momento, em que as atividades ainda não foram completamente retomadas. Trilhamos um caminho a cada dia daquilo que precisamos”.

Mesmo ainda em um cenário de incertezas, o empresário não desanima e demonstra sua capacidade de se adaptar em meio às adversidades. “Fizemos investimentos pensando neste ano de 2020 e nos anos de 2021 e 2022. Em nenhum planejamento poderíamos prever que algo assim viesse a ocorrer. Mas não vou ceder e vou continuar criando procedimentos para encarar o momento. Acredito no meu trabalho e acredito no futuro”, concluiu.

Ajuda mútua

Andréia Machado contou como se manteve presente junto aos clientes nesse período. 

Se por um lado a atividade da empresária Andréia Machado não foi tão impactada pela crise gerada pela pandemia, por outro ela viu alguns clientes enfrentarem dificuldades. Andréia é proprietária da We Do Pisos, empresa do segmento de material de construção em Salvador. Ela também participou da live desta terça-feira na Semana Sebrae.

Andréia conta que, nos primeiros dias da pandemia, começou a ligar para os clientes para adiantar os serviços. “Nos primeiros 15 dias, eram um cenário de dúvida total. Liguei para os clientes para já antecipar serviços previstos. Muitos diziam que tinham interesse, mas já enfrentavam alguma dificuldade financeira. Então, eu disse ‘vamos fazer agora e mais adiante a gente resolve’”, conta.

A empresária acredita num processo de ajuda mútua, em que, num contexto de adversidade, empresa e cliente podem se apoiar. “Conseguimos nos organizar e mantivemos o nosso quadro de funcionários”, diz Andréia.

Ela falou ainda sobre uma campanha que lançou durante a pandemia, chamada “Ajudando a ajudar”, que busca conectar prestadores de serviços da área de construção civil com clientes que podem contratar os profissionais quando esse momento for superado.

Andréia participou do Scale Up, programa do Sebrae voltado para a aceleração de micro e pequenas empresas. Ela lembrou do desafio de manter o crescimento com sustentabilidade. “Estávamos nessa fase de crescimento e o Scale Up, com o conhecimento passado e a possibilidade de troca de experiências com outros empresários, nos ajudou a encontrar essa sustentabilidade”.

Agora, a empresária reforça para os donos de pequenos negócios que é preciso, não apenas inovar, mas saber como usar e onde chegar com essa inovação. Para superar as dificuldades desse momento, Andréia aponta que “é hora de arrumar a casa”. “É preciso ver o que você tem disponível e de que forma você pode arrumar o seu caminho”.

A live foi conduzida pelo gerente regional do Sebrae em Santo Antônio de Jesus, Carlos Henrique Oliveira. Ele destacou a postura dos dois empresários, principalmente na condução dos negócios tendo como norte a inovação. “São atitudes como essa que permitem que o crescimento dos negócios seja equalizados”, pontuou.

Semana Sebrae acontece até esta sexta-feira (31)

Gratuita e 100% online, a Semana Sebrae de Capacitação Empresarial vai até esta sexta-feira (31). O evento oferece 4.375 vagas, com 30 capacitações que serão realizadas em plataformas como WhatsApp, Instagram e Zoom. Os cursos, oficinas e seminários são direcionados para donos de micro e pequenos negócios e, nesta edição, vão trazer conteúdos focados em temas como finanças, marketing digital, liderança, além da apresentação de cases de sucesso. Um dos objetivos do evento, este ano, é contribuir com a disseminação de conhecimento para que os empresários possam superar a crise gerada pela pandemia do novo coronavírus. Ainda é possível se inscrever em algumas capacitações. Veja disponibilidade de vagas em: www.semanasebrae.com.br.

Para mais informações e conteúdos, siga o perfil @sebraebahia nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, Youtube, Linkedin, e faça parte do canal no Telegram, que pode ser acessado pelo linkt.me/sebraebahia.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑