Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 23 de agosto de 2020

Estado lança Escuta On-line para estudantes

 Estado lança Escuta On-line para que estudantes contribuam na elaboração do Documento Curricular Referencial da Bahia do Ensino Médio

  

A Secretaria da Educação do Estado realizou, nesta sexta-feira (21), uma live de lançamento da Escuta On-line para os estudantes baianos contribuírem na elaboração do Documento Curricular Referencial da Bahia (DCRB) - Etapa do Ensino Médio. O objetivo é representar, da melhor forma possível, as expectativas, os anseios e as necessidades dos jovens por meio do subsídio da escrita e aperfeiçoamento do processo de implementação do Novo Ensino Médio no Estado da Bahia. A Escuta On-line estará disponível para acesso no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br) até 21 de setembro.


O subsecretário da Educação do Estado, Danilo Souza, que representou o secretário Jerônimo Rodrigues, falou do processo de escuta da SEC. “Este debate traz uma expectativa do que esperamos dos estudantes, que é ouvi-los para nos ajudar a construir uma escola mais próxima da sua realidade e do seu interesse. Um espaço para a construção de sonhos e um futuro produtivo. Queremos que o estudante engaje seus colegas a participarem e acreditarem na educação”.


Para a superintendente de Políticas para a Educação Básica (SEC), Manuelita Brito, é fundamental ouvir os estudantes neste momento de transição curricular. “É a oportunidade dos estudantes apresentarem suas inquietações, nos ajudando a construir um currículo que será uma realidade para as novas gerações. Abordando o Ensino Médio regular, assim como todas as modalidades, como EJA (Educação de Jovens e Adultos); Educação Profissional; Educação do Campo; Quilombola e Indígena; e a Educação Inclusiva”, ressaltou.


A estudante Clara Gama, do Centro Estadual de Educação Profissional em Tecnologias da Informação e Comunicação (CEEP/TIC), em Lauro de Freitas, destacou a inciativa da Escuta On-line. “A educação é o que temos de mais importante e acredito que o Ensino Médio tem que possuir um currículo menos engessado e de acordo com a nossa realidade. O debate é importante para adequar o currículo à expetativa dos estudantes, valorizando a nossa cultura no Brasil e na Bahia, trazendo mais senso crítico dos estudantes".


A estudante Evania Silva, do Colégio Estadual do Campo Hermínio Manoel de Jesus, no distrito de Bonfim, em Valença, contou que o aprendizado voltado ao rural incentivou sua continuidade nos estudos. “Tinha medo do Ensino Médio, porque achava que seria difícil de concluir. Mas ter uma aprendizagem com projetos ligados à Agroecologia e ao Meio Ambiente me fez entender aquilo que era visto na teoria”.


Na opinião do estudante Josenaldo Souza, do Colégio Estadual da Bahia - Central, em Salvador, o currículo não basta apenas passar conhecimento, tem que constar um aprendizado construtivo. “Como estudante da EJA, retornei para a escola com outra perspectiva e com o olhar diferenciado dos meus professores. Consegui vivenciar minha cultura para respeitar as diferenças”, disse.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑