Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Círculos sociais influenciam o idoso sobre o momento de fazer a cirurgia de catarata


 Idosos que têm menos pessoas em suas redes de apoio social têm menos probabilidade de se submeter à cirurgia de catarata?


Idosos que possuem uma rede menor de apoio familiar são menos propensos a fazer uma cirurgia de catarata, de acordo com um estudo publicado no JAMA Ophthalmology. Filhos adultos têm mais influência sobre a decisão de uma pessoa idosa de fazer uma cirurgia de catarata do que amigos, cônjuges ou parceiros.

Um filho que visita pouco os pais idosos pode notar mudanças de visão que outras pessoas não observam.  "Segundo os pesquisadores, um filho que não vê os pais com tanta frequência pode ter mais chances de perceber alterações na visão do que o  cônjuge ou um amigo do idoso, que podem não perceber os problemas de visão de uma pessoa por causa de seus próprios problemas de saúde”, afirma  o oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares.

Para o estudo, 3.448 beneficiários do Medicare foram entrevistados de 2011 a 2015. Pessoas que não possuíam nenhum, um ou dois membros da família tinham 40% menos chances de fazer a cirurgia de catarata do que aquelas com três ou mais membros da família. O estudo não mediu a qualidade do apoio social dos pacientes. A qualidade do suporte oferecido também pode ser importante.

“A cirurgia de catarata é uma operação para remover o cristalino que está opacificando devido à catarata, quando a visão fica embaçada ou nublada. Essa turvação geralmente acontece como parte natural do envelhecimento. A única maneira de remover uma catarata é com a cirurgia. A lente natural turva é removida e substituída por uma lente artificial clara chamada lente intraocular (LIO). Existem muitos benefícios associados à cirurgia de catarata, incluindo melhoria da qualidade de vida e risco reduzido de quedas”, observa Virgílio Centurion.

O estudo também sugeriu que os pacientes que não têm uma rede social robusta podem ser ajudados pelos prestadores de cuidados de saúde a decidir qual o melhor momento para fazer a cirurgia de catarata. “Por exemplo, médicos que assistem o idoso podem perguntar a seus pacientes se eles têm transporte e suporte disponíveis para o tempo de recuperação após a cirurgia de catarata para ter uma ideia da condição de sua rede social”, observa Centurion.


 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑