Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Dia do Idoso: Autocuidado é ainda mais importante na terceira idade


 Podóloga da Doctor Feet ensina rotina de cuidados com o pés, pernas e unhas, na melhor fase da vida

No dia 27 de setembro comemora-se o Dia Nacional do Idoso, criado pela Comissão de Educação do Senado Federal para refletir a respeito da situação dessa fatia da  população no País, seus direitos e dificuldades. E para celebrar esta data, Malú Pinheiro, coordenadora técnica da Doctor Feet, maior rede de serviços de podologia  do Brasil dá algumas dicas para ajudar no autocuidado na melhor idade, onde a pele tende a ficar mais fina e delicada, especialmente na região das pernas e pés. ”Se o idoso não puder realizar essa rotina de autocuidado sozinho, é essencial que a família colabore ou busque ajuda de um profissional da área”, explica a profissional. Confira abaixo:

 

Higienização e hidratação

Durante o banho, evite deixar a água muito quente, pois a temperatura elevada pode  prejudicar a proteção natural da pele e, após finalizá-lo é preciso secar bem os pés com toalha ou pano seco e finalizar com uma toalha de papel para remover toda a umidade entre os dedos, evitando assim frieiras e micoses. “Mantenha a hidratação das pernas e pés com cremes hidratantes específicos, mas evite aplicá-los entre os dedos. Use os produtos toda noite, após o banho”, orienta Malú.

 

Corte de unhas

O ideal é que o corte seja feito em um lugar especializado, evitando assim  ferimentos ou o encravamento da unha. “Caso haja dificuldade, apenas lixe as unhas até chegar a um tamanho confortável, que não incomode o idoso”, indica a especialista.

 

Hora de calçar

Para melhor absorção do suor e evitar odores e/ou lesões, prefira sapatos confortáveis e use meias de algodão e que não sejam apertadas e dê preferência a meias brancas que, em caso de algum ferimento é fácil detectar. “Não use calçados antigos, deformados ou rompidos pois eles não darão a correta sustentação durante o deslocamento e podem provocar acidentes dentro de casa. O ideal é que tenham solado firme, que ajudem na sustentação e alinhamento dos pés e, se possível, dê preferência para os que tenham fecho com velcros pela facilidade de abrir e fechar”, recomenda a Malú.

 

Exercício diário

Faça um exercício simples: movimente o pé para cima e para baixo e depois rotacione vagarosamente por aproximadamente 10 minutos, diariamente. E eleve os pés para assim ajudar no retorno venoso. A atividade facilita a circulação e ajuda a combater o inchaço.

 

Para os diabéticos

Nesse caso, é preciso atenção redobrada pois um simples machucado no pé de um diabético pode acabar se tornando um problema grave, explica a profissional. Isso porque, por não sentir dor, a pessoa não percebe o ferimento e pode acabar desenvolvendo calos de pressão e lesões na pele e nas articulações. “Em casos mais graves, a demora para cicatrização pode ocasionar lesões graves e infecções severas nos pés”, ressalta a coordenadora técnica. Recomenda-se ainda fazer visitas regulares ao médico vascular e endocrinologista e, pelo menos a cada 30 dias, ao podólogo.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑