Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Guarda Municipal intensifica fiscalização em praias interditadas

 




Cavalaria da PM dará suporte ostensivo para garantir normas e evitar aglomerações


Para assegurar o cumprimento da retomada da interdição das praias do Cantagalo, Boa Viagem, Amaralina e Piatã, a Prefeitura, através Guarda Civil Municipal (GCM), montou um esquema especial de fiscalização, a partir desta quarta-feira (30), com 80 agentes, 18 viaturas e um drone.


A operação conta com apoio de agentes da Secretaria de Ordem Pública (Semop), da Transalvador e também passará a ter o suporte ostensivo da Cavalaria da Polícia Militar, a partir desta quinta (01), especificamente nas praias de Piatã e Amaralina.


“São locais que mais tiveram problemas no final da tarde do domingo passado (27), por conta das cenas de aglomerações e banhistas descumprindo as restrições, já que nenhuma praia de Salvador pode ser frequentada aos finais de semana”, explica o diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência da GCM, Maurício Lima.



De acordo com o gestor, neste primeiro dia de interdição das quatro praias a operação ocorre de forma tranquila. "Pela manhã, não houve nenhuma pessoa em Boa Viagem e Cantagalo, enquanto que em Amaralina a Guarda orientou a saída da faixa de areia de alguns frequentadores que queriam fazer atividades físicas. Já em Piatã a situação também esteve sob controle ”, avalia Maurício.


Rondas - A fiscalização intensa da GCM vai se estender pelo prazo de uma semana, período inicial do fechamento das quatro praias, ao longo de todo o dia. O monitoramento está sendo feito através de rondas e equipes fixas. “Nosso papel é orientar o cidadão quanto às proibições relativas às praias e fazer se cumprir as recomendações sanitárias", afirma diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência.   


As praias de Cantagalo e Boa Viagem já se encontram com bloqueios colocados. Ainda hoje (30), serão concluídas as interdições em Amaralina e Piatã. O acesso a esses espaços estão sendo fechados com estacas e arames lisos, gradis, balizadores, além da utilização de galhardetes contendo as informações do decreto e orientações ao público.  



Funcionamento - As praias em Salvador foram reabertas no dia 21 passado mediante um protocolo sanitário que visa justamente evitar aglomerações. As únicas que permaneciam fechadas desde o início da pandemia e por tempo indeterminado eram as do Buracão e Paciência, no Rio Vermelho, e a do Porto da Barra, por terem uma faixa de areia reduzida e pela intensa procura.  


Agora, pelo prazo inicial de sete dias, as praias de Cantagalo, Boa Viagem, Amaralina e Piatã se juntam à lista de locais que não podem ser visitados em nenhum dia da semana.


Vale lembrar que as praias de São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira e Itapuã continuam podendo receber banhistas de terça a sexta (isso porque elas costumam ser muito procuradas às segundas) e a utilização das demais que não estão interditadas está autorizada de segunda a sexta, em horários livres e com exceção sempre de feriados.  


Flagrantes - A Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Transalvador realizaram uma grande operação no bairro de Amaralina na tarde da última segunda-feira (28). Com cerca de 70 agentes, a operação foi realizada para coibir aglomerações comumente formadas naquela região. "Detectamos diversos problemas na localidade, logo avaliamos que seria necessário o emprego de uma força tarefa para evitar", afirma Maurício Lima, ao detalhar que a operação deve se estender a outros bairros.  


Outra força-tarefa, liderada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), com apoio também da PM, desativou um paredão na noite desta segunda-feira (28), na praia de Cantagalo, na Ribeira. Durante a ação, equipamentos sonoros foram apreendidos e a área foi evacuada, inclusive os ambulantes.   


“Foi uma ação muito complicada. Havia muitas pessoas aglomeradas e sem o uso da máscara. Um completo desrespeito ao momento que estamos vivendo. Não iremos permitir esse tipo de comportamento e iremos agir duramente para coibir ações irresponsáveis”, afirma o titular da Sedur, Sérgio Guanabara.


Desde o inicio das fiscalizações para conter o avanço do coronavírus em Salvador, a força-tarefa já dispersou cerca de 470 aglomerações em áreas públicas.


Fotos: Bruno Concha/Secom

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑