Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

I Fórum Internacional de Cirurgia Robótica da Bahia está com inscrições gratuitas abertas


 Evento virtual pioneiro no Estado vai marcar o lançamento oficial do Robótica Bahia - Assistência Multidisciplinar em Cirurgia


Reunir grandes nomes nacionais e internacionais das especialidades médicas que realizam cirurgias robóticas; congregar interessados em habilitar-se e certificar-se para realização desse tipo de procedimento minimamente invasivo e colaborar para a qualificação profissional dos participantes. Esses são os objetivos do I Fórum de Cirurgia Robótica da Bahia, um evento virtual pioneiro no estado, que será realizado nos dias 1º e 2 de outubro, através de uma plataforma virtual própria. O evento é voltado para cirurgiões oncológicos, urológicos, ginecológicos, coloproctológicos, torácicos e de cabeça e pescoço; anestesistas e residentes de todas essas  especialidades; além de enfermeiros oncológicos e estudantes de graduação dos cursos de  medicina e enfermagem. As inscrições gratuitas para o encontro já estão abertas.


Por ser virtual, devido à pandemia de Covid-19, o evento facilita a participação de profissionais de múltiplas especialidades - não apenas cirúrgicas - de diversas cidades, estados e países. Para aproveitar esta amplitude, o encontro foi escolhido como marco do lançamento oficial do Robótica Bahia (RB) - Assistência Multidisciplinar em Cirurgia que, com o apoio da Faculdade Atualiza, organiza o Fórum. Formado por especialistas com ampla experiência em cirurgia robótica que atuam em Salvador, o grupo foi criado com o propósito de difundir o acesso robótico e seus benefícios para, através dele, proporcionar melhores resultados aos pacientes. 


Programação - No dia 1º de outubro, o Fórum será realizado das 18 às 21 horas. Depois da abertura e do lançamento oficial do Robótica Bahia, um módulo geral reunirá temas de amplo interesse, que serão apresentados por especialistas de várias partes do Brasil e do mundo. Entre esses, destacam-se: histórico da cirurgia robótica no Mundo/ Brasil/ Bahia; apresentação do sistema robótico; modelos de certificação e sua evolução; importância do treinamento em simuladores e novas plataformas robóticas. Na ocasião, haverá um espaço considerável para esclarecimento de dúvidas e debates sobre os temas.


Já no dia 2 de outubro, das 17 às 19 horas, os participantes do evento poderão escolher a sala de seu interesse. Na sala A, serão apresentados e discutidos temas relacionados ao trabalho dos anestesistas e dos enfermeiros que atuam ou pretendem atuar em cirurgias robóticas. Na sala B, haverá discussões voltadas para as cirurgias torácicas, ginecológicas e de cabeça e pescoço. Na sala C, específica para a área de urologia, serão apresentados os módulos de próstata, bexiga e rim. E na sala D, se reunirão os interessados nas cirurgias geral, bariátrica, do aparelho digestivo alto e coloproctológicas. 

A cirurgia robótica é um avanço da técnica minimamente invasiva de laparoscopia, em que o cirurgião controla braços mecânicos de um robô através de um console. Isso permite maior precisão dos movimentos. Além das vantagens trazidas pela laparoscopia, que são redução das incisões, diminuição da perda de sangue e diminuição do tempo de cura e cicatrização, o robô permite uma melhor manipulação dos tecidos e uma visão tridimensional,  melhorando a performance da cirurgia. Em Salvador, até o momento, existem duas plataformas robóticas em funcionamento: uma no Hospital São Rafael, (Rede D'or) e outra no Hospital Santa Izabel.  

Sobre o grupo - De acordo com um dos membros fundadores do Robótica Bahia, o urologista Ricardo Santos Souza, o RB nasce a partir da integração de profissionais com vínculo consolidado anterior à sua formação. “Nosso time possui anos de trabalho e o avanço até a plataforma robótica ocorre como uma etapa natural de aperfeiçoamento em busca de avanço nos tratamentos. Além da união dos componentes, a diversidade de especialidades e a preocupação em democratizar o ensino e a pesquisa relacionados à tecnologia robótica, a fim de ampliar sua utilização no estado da Bahia, são nossos diferenciais”, destacou o cirurgião.


Outros membros fundadores do RB são os urologistas André Costa Matos, Augusto Modesto, Breno Dauster, Frederico Mascarenhas, Marcos Leal e Maurício Jorge; o coloproctologista e cirurgião do aparelho digestivo, Euler Azaro Filho e o cirurgião do aparelho digestivo Paulo Amaral. As especialidades de urologia, cirurgia do aparelho digestivo e coloproctologia são as primeiras a integrarem o RB, mas o grupo acredita que, diante da crescente expansão do uso do robô no estado, outras especialidades poderão ser agregadas no futuro. 


Interessados em saber mais sobre o Robótica Bahia e sobre o I Fórum de Cirurgia Robótica da Bahia devem acessar o site roboticabahia.com.br ou os perfis do grupo no instagram (@roboticabahia) e facebook (/roboticabahia). As inscrições podem ser feitas pela landpage criada pela Faculdade Atualiza através do link: www.encurtador.com.br/owFG7.


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑