Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

Polícia desmonta rede clandestina de energia em fazenda no município de Glória


 Operação foi realizada com o apoio da Coelba. Energia recuperada atenderia mais de 500 residências por um mês 


Uma operação de combate ao furto de energia elétrica foi realizada, na última semana, pela Polícia Civil, com o apoio da Coelba, na Zona Rural do município de Glória, região norte da Bahia. Policiais e técnicos da distribuidora encontraram uma rede clandestina que fornecia energia em uma fazenda produtora de feno e frutas. A energia recuperada é suficiente para abastecer mais de 500 residências durante um mês.    

Na fazenda foram apreendidas cinco bombas, dois mil metros de cabos e um transformador — dispositivo que modifica o nível de tensão e corrente elétrica. Sendo os dois últimos, retirados da rede clandestina instalada para desviar a energia elétrica da rede da Coelba e manter em funcionamento os equipamentos agrícolas.  A rede irregular foi identificada pela área de inteligência da empresa e as informações repassadas para providências da autoridade policial. 

Os proprietários não foram encontrados pelos policiais e serão intimados para depor na delegacia. O furto de energia é crime, sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cuja pena pode alcançar até oito anos de reclusão. Além de representar riscos de acidentes graves à população, a energia furtada é paga por outros consumidores, através do repasse na tarifa de energia, conforme determina a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).     


Como denunciar  


Para reduzir os riscos e o furto de energia, a Coelba mantém um programa constante de inspeções. A empresa tem canais de denúncia para casos de fraudes e furtos, por meio dos quais é possível passar as informações anonimamente, como o telefone 116 ou o site www.coelba.com.br. 


  




0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑