Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Atividades marcam conscientização do Outubro Rosa em Salvador



Dentro da campanha Outubro Rosa, Salvador será palco de diversas atividades de conscientização da sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. As ações promovidas pela Prefeitura envolvem palestras, debates e exames gratuitos para a população, principalmente o público feminino – mais acometido pela doença.


Diferente dos anos anteriores devido à pandemia de Covid-19, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) vai realizar o Dia D do Preventivo/Papanicolau exclusivamente por agendamento prévio nas unidades de saúde. A medida visa evitar aglomerações, como recomendam as autoridades sanitárias para evitar a transmissão do novo coronavírus. 


A estratégia vai disponibilizar exames para detecção do câncer do colo de útero e consultas médicas e de enfermagem para exame clínico das mamas, além de encaminhar mulheres para realização de mamografias. Serão desenvolvidas, ainda, testagens rápidas para Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s), dispensação de preservativos masculino, feminino e lubrificantes, além de atividades educativas sobre a temática, contemplando também a discussão acerca da saúde integral da mulher com orientações nas salas de espera das Unidades Básicas de Saúde (UBS). 


“É uma ação importante por ser uma estratégia de mobilização social que contribui para conscientizar a população sobre a importância da prevenção dos cânceres de mama e do colo do útero, através do diagnóstico precoce destas doenças. Estamos reunindo todos os esforços nestas ações para um Outubro Rosa repleto de conscientização, prevenções e resultados”, afirma o titular da SMS, Leo Prates. 


Hospital Municipal – A partir da próxima segunda-feira (5), o Hospital Municipal de Salvador (HMS) vai oferecer para os Distritos Sanitários de Itapuã, Cajazeiras e Pau da Lima 35 exames por dia de ultrassonografias, sendo 20 marcações de ultrassom de mamas e 15 marcações de ultrassom transvaginal. Os atendimentos acontecerão de segunda a sábado, no turno da manhã, e terças e quintas-feiras, no turno da tarde. A mulher que tiver interesse no serviço deve se dirigir à Unidade Básica de Saúde mais próxima para realizar a marcação através do sistema Vida +. 


Outubro Delas – Promovido por meio da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), o Outubro Delas teve início nesta sexta-feira (2), com um encontro voltado para as mulheres assistidas no Centro de Atendimento à Mulher Soteropolitana Irmã Dulce (Camsid), localizado na Ribeira. 


Na ocasião, foram promovidas palestras sobre o tema realizadas por profissionais da área da saúde, debates e depoimentos, além de música ao vivo. A atividade também será realizada no local nos dias 19, 21 e 23 de outubro, às 9h, com o público do Instituto Vencendo o Câncer (Ivecam). 


No dia 30, às 14h, no Teatro Escola Jorge Amado, na Pituba, é a vez de uma ação de conscientização exclusivamente direcionada às mulheres surdas do Centro de Surdos da Bahia (Cesba). A iniciativa envolve palestras sobre a importância do diagnóstico precoce para a cura do câncer de mama, debates e intervenções culturais com o Grupo Favela de Teatro.


“Diante deste cenário, é preciso difundir amplamente informações sobre a importância da prevenção e combate ao câncer de mama com o objetivo de evitar a doença e aumentar as chances de cura entre as nossas mulheres”, destaca Rogéria Santos, secretária da SPMJ.


Números – Segundo o Ministério da Saúde, o câncer de mama é segundo tipo que mais acomete mulheres no Brasil, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. Estima-se 66.280 casos novos da doença para cada ano do triênio 2020-2022. Esse valor corresponde a um risco estimado de 61,61 casos novos a cada 100 mil mulheres, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca). 


Em Salvador, o câncer de mama já vitimou 178 mulheres de janeiro a setembro de 2020. O número representa uma redução em 35% na quantidade de óbitos em comparação ao mesmo período do ano passado, quando 276 pessoas faleceram em decorrência de complicações da doença.


Entre janeiro e agosto deste ano, a SMS realizou 93 mil exames de mamografia. Desse montante, 62 mil foram agendados e apenas 34 mil mulheres (54%) compareceram para realizar efetivamente o procedimento.


 Fotos: Jefferson Peixoto/Secom

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑