Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

BTCA e OSBA apresentam “A História do Soldado” no Domingo no TCA -


 Estreado em 2019, espetáculo é adaptação de obra de Stravinsky e atualiza discussão sobre o lugar do artista e da arte 

 

O Teatro Castro Alves (TCA) exibe em mais uma edição virtual do seu Domingo no TCA o espetáculo “A História do Soldado”, estreado em 2019 como resultado do trabalho conjunto entre o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) e a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA). Os dois corpos artísticos da Bahia fazem renascer a obra da composição do russo Igor Stravinsky (1882-1971), a partir de texto do suíço Charles-Ferdinand Ramuz (1878-1947). Com texto e direção de Wanderley Meira, coreografia de Jorge Silva e regência de Eduardo Torres, o registro em vídeo entra no ar no dia 25 de outubro, às 11h, no canal de YouTube do TCA (www.youtube.com/teatrocastroalvesoficial). 

 

A concretização deste trabalho é evidência dos potenciais do Complexo do Teatro Castro Alves, que reúne as duas companhias públicas mantidas pelo equipamento, através da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e da Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia (SecultBA). Reforçando a aproximação de ambos como prioridade de gestão, a releitura ratifica a colaboração do Centro Técnico do TCA, onde a produção cênica foi concebida. Além disso, o Domingo no TCA na internet amplia o alcance da criação coletiva, levando a grande público, gratuitamente, uma releitura dessa obra atemporal. 

 


A adaptação mantém intacta a versão original da composição musical, mas faz a história do soldado que vende seu violino ao diabo ganhar uma discussão contemporânea sobre o lugar do artista e da arte na atualidade. Wanderley Meira, diretor artístico do BTCA, conta que o objetivo é dialogar com a ideia de soldados-artistas que podem ser diabos das suas próprias trajetórias: “A obra é sobre a persistência e a resistência dos artistas que mantêm a marcha, apesar dos desvios e obstáculos” – tema ainda mais discutido nas circunstâncias dos dias de hoje. 

 

Para Carlos Prazeres, diretor artístico da OSBA, o coração do TCA é formado pelos seus dois corpos estáveis. “Ver este coração pulsando saudável para correr maratonas deve ser o nosso objetivo. Foi com este intuito que a OSBA fez o convite ao BTCA. ‘A História do Soldado’ veio para reafirmar e solidificar esta união, que deve ser celebrada a cada segundo”, assegura. 

 

Em 2020, essa parceria origina um conjunto de seis criações inéditas estreadas quinzenalmente no “Voltando aos Palcos”, que marca o primeiro passo na retomada do uso dos palcos do TCA, com transmissão ao vivo no canal de YouTube do TCA e na TVE Bahia, quinzenalmente, às sextas-feiras, até 11 de dezembro.  

 

DANÇA DE ORIXÁS GUERREIROS E TRILHA HISTÓRICA – Convidado para assinar a coreografia de “A História do Soldado”, Jorge Silva pensa o fazer artístico diário, apresentando os dançarinos como mulheres e homens comuns. Atravessados por traços das culturas afrodescendentes, os movimentos são inspirados nos orixás guerreiros, como Ogun e Iansã, partindo dos gestos cotidianos e da relação dos diversos corpos do BTCA com objetos.  

 

Na trilha, o espetáculo apresenta o trabalho do russo Igor Stravinsky, que explora uma enorme diversidade rítmica, extrapolando características do chamado “período russo”. A composição explora o material popular nacional, contemplando desde a marcha militar até danças mais populares, como tango, valsa e pasodoble espanhol. Mesmo com instrumentação reduzida, a ousadia faz dessa composição mais do que uma peça de câmara. A obra estreou em 1918, na cidade suíça de Lausanne, com formação de sete instrumentistas, número mantido nesta versão baiana.  

 

Para compor o enredo, os atores Daniel Farias e Fernanda Silva participam como narradores convidados. Cenário, figurino e maquiagem foram assinados por Zuarte Júnior e a iluminação é de João Sanches. 

 

DOMINGO NO TCA – O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), que se compromete em ampliar e diversificar o seu público frequentador, oferecendo-lhe acesso a espetáculos qualificados, das mais diversas linguagens artísticas. Desde 2007, com mais de 150 edições e cerca de 200 mil espectadores, o projeto engloba apresentações de música, teatro, dança, circo, cinema, de variados estilos e proposições estéticas, da Bahia, do Brasil e do mundo. 

 

DOMINGO NO TCA 

Balé Teatro Castro Alves e Orquestra Sinfônica da Bahia em: 

“A História do Soldado” 

Quando: 25 de outubro de 2020 (domingo), 11h 

Onde: Exibição através do canal do Teatro Castro Alves no YouTube 

www.youtube.com/teatrocastroalvesoficial 


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑