Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 6 de outubro de 2020

Campanhas contra Pólio e Multivacinação iniciadas em Salvador nesta segunda-feira (05)



 Manter Salvador livre da paralisia infantil imunizando crianças que tenham entre um e menores que cinco, é o objetivo da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite que começou nesta segunda-feira (05) e segue até 30 de outubro. 


O Brasil não registra casos da doença desde 1988, portanto, é uma precaução para manter o panorama. Cerca de 135 mil crianças devem ser imunizadas contra pólio na capital baiana. “A imunização é a melhor medida para manter a pólio eliminada no Brasil e o território baiano livre da paralisia. Por isso a campanha vai contemplar até as crianças que já foram imunizadas", afirmou Doiane Lemos, subcoordenadora de doenças imunopreviníveis da Secretaria Municipal da Saúde. 


Este ano, aliada a mobilização contra a pólio, o Ministério da Saúde orientou a realização da Campanha de Multivacinação, portanto, será mais uma oportunidade para que os pais levem os filhos, crianças e adolescentes até 15 anos, para analisar a situação vacinal e completar os esquemas, caso necessário.


Em Salvador, entre as vacinas disponíveis estão Hepatite A, VIP, Meningocócica C e ACWY, rotavírus, HPV, Pneumo 10, febre amarela, varicela, pentavalente, tetraviral, dupla adulto, DTP, tríplice viral, VOP (poliomielite). 


Para Doiane, é uma estratégia que busca resgatar a população não vacinada ou com esquemas incompletos. “É importante todas as cidades manterem controladas, eliminadas ou erradicadas doenças imunopreveníveis, como sarampo, tanto na infância como adolescência visando melhorando as coberturas vacinais”. 


As doses estarão disponíveis, das 8h às 17h, em todas as 150 salas de vacinação nas unidades básicas da rede municipal.


Sarampo – Uma terceira campanha também está disponível nos postos de saúde, a estratégia contra o sarampo segue até 31 de outubro. Este ano visa atingir a faixa etária com maior taxa de contágio da doença viral do ano passado, portanto, os jovens e adultos de 20 a 29 anos devem buscar as salas de vacina.


Este ano, a cidade não contabilizou nenhum caso de sarampo, no entanto, o vírus circula no estado baiano sete casos de sarampo foram registrados nas cidades de Belo Campo, Camacari, Juazeiro, Lauro de Freiras (2) e Paripiranga (2).


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑