Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 26 de dezembro de 2020

Como reduzir riscos de contaminação durante Natal e Réveillon


 As tradicionais comemorações de Natal e Réveillon serão diferentes em 2020 por conta da pandemia do novo coronavírus. De acordo com orientação da médica infectologista da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) Adielma Nizarala, nesse período o ideal é que a população não faça festas para conter a disseminação da doença, evitando convidar amigos e familiares que não residem na mesma casa.


Para famílias que já possuem convívio diário, a confraternização pode ser realizada em conformidade com velhas regrinhas de higienização. “Os cuidados dentro de casa são os mesmos. Sempre ao voltar da rua, as pessoas devem lavar as mãos com água e sabão ou fazer uso de álcool em gel. A orientação é que se mantenha a normativa de não aglomerar”, ressalta a especialista.

Quem não quiser abrir mão dos comes e bebes com convidados de fora do núcleo de convivência, o aconselhado é manter o distanciamento mínimo de 1,5m e uso de máscara, exceto na hora da alimentação. Além disso, é preferível que as celebrações ocorram em área arejada, como quintal ou varanda.

“Outra dica é evitar som alto porque as pessoas que estiverem no mesmo ambiente tendem a falar conforme o volume, consequentemente soltando mais gotículas de saliva no ar. Se alguém estiver infectado, as chances de transmissão do vírus são maiores”, acrescenta Adielma.

Apelo – O prefeito ACM Neto fez um apelo para que a população curta as celebrações de final de ano de forma consciente. “Reforço pedido a todos, desde comerciante, donos de lojas, bares, restaurantes, salões de beleza e demais estabelecimentos comerciais até o cidadão, para permitir que os próximos dias sejam moderados e equilibrados. O mais importante é não haver excesso nessas semanas de festejos de Natal e ano-novo”, disse.

Fiscalização - Bastante procurados nessa época do ano, principalmente para confraternizações de empresas, os restaurantes e bares de Salvador seguem funcionando conforme o horário estabelecido pelo protocolo setorial, isto é, de 12h à meia-noite. Para fiscalizar o cumprimento das medidas sanitárias na cidade, a Prefeitura intensificará vistorias para conter eventuais aglomerações.

No dia 31, inclusive, haverá interdição do calçadão e da praia da Barra. “Estamos repassando toda a operação de interdição da orla da Barra e iremos avaliar se, do ponto de vista operacional, é recomendável interditar outros trechos. Todos os nossos fiscais estarão nas ruas”, acrescentou ACM Neto.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑