Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Ativista celebra nas redes sociais o Dia Nacional da Visibilidade Trans


 Mulher trans, Sellena Ramos usa Instagram da Prefeitura para conversar com os usuários e tirar dúvidas sobre o tema 


Em comemoração ao Dia Nacional da Visibilidade Trans, as redes sociais da Prefeitura de Salvador foram ocupadas pela mulher trans, estudante de Direito e coordenadora e fundadora da Casa Aurora, Sellena Ramos. Durante toda essa sexta-feira (29), por meio do feed e dos stories no Instagram, Sellena vai tirar dúvidas sobre o tema, além de levantar discussões a respeito da comunidade trans, suas conquistas e dificuldades. 


A ideia partiu da Diretoria de Comunicação Digital da administração municipal com objetivo de compartilhar o tema com a população e, ao mesmo tempo, promover a visibilidade das pessoas trans. “Acredito que o processo de discussão e abordagem na rede sobre transexuais e travestis vai promover uma tomada de consciência das pessoas, consequentemente permitindo o avanço da luta desta comunidade”, salienta Paulo Vitor Bispo, diretor de Comunicação Digital. Ele acrescenta que, com esta iniciativa, a Prefeitura cumpre seu papel socioeducativo utilizando a ferramenta institucional de comunicação. 


Interesse sobre o tema – Até o momento, a receptividade tem sido significativa nas redes, revelando nos comentários o interesse das pessoas sobre o assunto. Entre os temas abordados estão o combate à transfobia, a diferença entre trans x travestis, a relevância do nome social, a inserção no mercado de trabalho e o Conselho Municipal LGBT. 


Aos 28 anos, Sellena Oliveira Ramos já havia tentado outras faculdades, mas foi no curso de Direito que ela se encontrou. No comando da Casa Aurora, um local de acolhimento do público LGBTQIA+, ela promove atividades socioeducativas, serviço jurídico, acompanhamento terapêutico e assistência psicológica, psiquiátrica e social aos acolhidos. 


Para ela, é importantíssimo ocupar as redes da Prefeitura de Salvador para falar e dar visibilidade de uma população historicamente sofrida e vulnerabilizada. “A partir das redes sociais alcançamos diversas pessoas. A nossa mensagem chega com uma velocidade de propagação muito maior e representa também que a Prefeitura de Salvador conhece o seu povo”. 


Vinte e nove de janeiro foi a data escolhida para marcar a luta de trans e travestis, pois foi neste dia, em 2004, que o Congresso Nacional foi ocupado para discutir questões relacionadas à identidade de gênero e demandas desta comunidade,  como nome social e transição de qualidade. “Esse dia existe por conta do nosso ativismo, por causa de lutas pela dignidade e conta a violência de gênero. Clamo que a Prefeitura de Salvador sempre pense em ações que incluam essa comunidade, que é marginalizada”, finaliza Sellena. 


Centro de Referência LGBT – Desde 18 de março de 2016, a população LGBTQIA+ conta com o Centro Municipal de Referência LGBT, que oferece serviços como atendimento psicossocial, orientação e encaminhamento jurídico em casos que envolvam violência contra lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros. Vinculado à Secretaria Municipal da Reparação (Semur), o centro também promove um trabalho de inserção do cidadão no mercado de trabalho, proporcionando a inclusão do LGBT na sociedade, além de cursos de capacitação e orientação voltada à geração de renda e formação empreendedora. 


Localizado na Avenida Oceânica, 3731, no Rio Vermelho, o espaço conta com uma equipe multidisciplinar, composta por advogado, psicólogo, assistente social e apoio técnico e administrativo. A estrutura física possui recepção, salas de administração, atendimento, salão multiuso, espaço para realização de atividades do Comitê Municipal de Promoção e Defesa dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais de Salvador, copa e almoxarifado, além de sanitários masculinos e femininos, com os devidos padrões de acessibilidade.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑