Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Cestas básicas auxiliam sustento de alunos da rede municipal


 Uma das medidas da Prefeitura para minimizar os impactos econômicos provocados pela pandemia do novo coronavírus em Salvador, a distribuição de cestas básicas para famílias que possuem alunos matriculados na rede municipal de ensino ou em instituições conveniadas tem ajudado a garantir o sustento de muitos lares. Coordenada pela Secretaria Municipal da Educação (Smed), a iniciativa de entrega dos kits com alimentos e itens de limpeza tiveram início nesta segunda-feira (18), no primeiro cronograma de 2021, em diversas escolas. 


Mãe da pequena Ana Vitória, 6 anos, Karine Teles foi a primeira pessoa a chegar no Centro Municipal de Educação Infantil  (Cmei) Yolanda Pires, localizado na Fazenda Grande do Retiro, para fazer a retirada dos mantimentos. “Eu não sei o que seria de nós se não tivéssemos recebendo esses alimentos. Meu marido e eu estamos desempregados e a cesta tem nos ajudado muito no orçamento de casa”, revelou. 





O fato é que, além de aliviar os prejuízos financeiros acentuados pela crise sanitária, a distribuição de cestas básicas pela Smed também tem promovido a segurança alimentar dos alunos desde os primeiros momentos da pandemia na capital baiana, em março de 2020. Desse modo, a ação tem colaborado no aprendizado e desenvolvimento físico e mental das crianças e adolescentes. 


Também desempregada, Scheila da Silva Santos tem dois filhos matriculados na rede municipal e recebe duas cestas sempre quando ocorre cada etapa de distribuição. “É realmente uma ajuda muito grande. Sem as aulas presenciais, não tenho onde deixar os meninos e por isso estou sem trabalhar. Mas, não me sinto desamparada, porque recebo essas cestas básicas”. 


Presente na entrega, o titular da Smed, Marcelo Oliveira, ressaltou a importância da iniciativa, principalmente para os alunos mais carentes. “Serão quase 20 dias de distribuição e estamos fazendo com todo o cuidado para evitar aglomeração das escolas. Há todo um cronograma que está sendo divulgado no site da Smed. Vale ressaltar o fato de que é uma cesta por aluno e não por família. Se a família tiver três, quatro alunos matriculados, a quantidade de cesta doada será proporcional”, declarou.


Cronograma – Cerca de 163 mil estudantes são beneficiados com a disponibilização das cestas ofertadas pela Smed, entre os quais estão alunos matriculados na própria rede, em instituições conveniadas e inscritos no Pé na Escola – programa que oferta vagas para crianças em idade pré-escolar (4 e 5 anos) em unidades privadas. Conforme cronograma estabelecido, as entregas ocorrerão até este sábado (23) para as escolas das Gerências Regionais de Educação (GREs) Centro, Liberdade, Cidade Baixa, São Caetano e Subúrbio II. 


De 25 a 30 de janeiro, ocorrerá a distribuição de cestas básicas nas unidades das GREs Orla, Pirajá, Cajazeiras, Subúrbio, Itapuã e Cabula. Para as instituições conveniadas e alunos do Pé na Escola, a previsão de entrega é entre os dias 1º e 3 de fevereiro. 


A pasta orienta que os responsáveis pelos alunos liguem antes para a unidade escolar com a finalidade de confirmar a distribuição no dia previsto. A medida é uma maneira de a equipe escolar se organizar para evitar aglomerações. Os telefones das unidades de ensino e das GREs estão disponíveis no site da secretaria, no endereço www. educacao. salvador. ba. gov. br . 


Balanço – A distribuição de cestas básicas ocorre desde março do ano passado, quando ocorreu a suspensão das aulas presenciais em razão da pandemia da Covid-19. Durante o ano de 2020, foram distribuídas 1,3 milhão de cestas, que somam mais de 19 mil toneladas de alimentos.





0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑