Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Tempo deve permanecer instável em Salvador até sexta-feira (15)



Salvador amanheceu com chuva forte e trovoadas em diversos pontos da cidade nesta terça-feira (12). Conforme o superintendente da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macêdo, 65 ocorrências de solicitações de moradores da capital já foram registradas até o início desta tarde, entre elas alagamento, árvore caída, árvore ameaçando cair e deslizamento de terra. Os locais que mais registraram acúmulo de chuva em 12h foram Pituba, com 65,6 mm; Federação (50,2 mm) e Ondina (45,4 mm). 


A Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) identificou complicação no trânsito em diversos pontos na Cidade Baixa, na região da Pituba e nas principais avenidas da cidade. Entre as áreas que apresentaram alagamento estão o bairro da Calçada, a região dos Mares e o Caminho de Areia, na Cidade Baixa. Além disso, o Vale dos Barris e as avenidas Adhemar de Barros, Antônio Carlos Magalhães e Juracy Magalhães ficaram congestionados por causa da chuva.


A presença de fortes chuvas identificadas desde a última sexta-feira (8), segundo o meteorologista da Codesal, Giuliano Carlo, é conhecida como chuva convectiva ou chuva de verão, que se caracteriza pela subida do ar quente e a descida de ar frio. “A chuva ocorre devido à diferença de temperatura na superfície, próxima às camadas da atmosfera terrestre, e são normais nesse período do ano”, explicou.


De acordo com a Codesal, a previsão é de que chova até a próxima sexta-feira (15), porém com menor intensidade. Na quarta-feira (13), a precipitação poderá acontecer durante a madrugada até o início da manhã, chegando até 10mm. Já no final de semana, haverá pancadas de chuva isolada, com abertura de sol. Os chamados de emergência e deslizamento de terra deverão ser feitos através do Disque Codesal, no número gratuito 199.


Salvador amanheceu com chuva forte e trovoadas em diversos pontos da cidade nesta terça-feira (12). Conforme o superintendente da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macêdo, 65 ocorrências de solicitações de moradores da capital já foram registradas até o início desta tarde, entre elas alagamento, árvore caída, árvore ameaçando cair e deslizamento de terra. Os locais que mais registraram acúmulo de chuva em 12h foram Pituba, com 65,6 mm; Federação (50,2 mm) e Ondina (45,4 mm). 


A Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) identificou complicação no trânsito em diversos pontos na Cidade Baixa, na região da Pituba e nas principais avenidas da cidade. Entre as áreas que apresentaram alagamento estão o bairro da Calçada, a região dos Mares e o Caminho de Areia, na Cidade Baixa. Além disso, o Vale dos Barris e as avenidas Adhemar de Barros, Antônio Carlos Magalhães e Juracy Magalhães ficaram congestionados por causa da chuva.


A presença de fortes chuvas identificadas desde a última sexta-feira (8), segundo o meteorologista da Codesal, Giuliano Carlo, é conhecida como chuva convectiva ou chuva de verão, que se caracteriza pela subida do ar quente e a descida de ar frio. “A chuva ocorre devido à diferença de temperatura na superfície, próxima às camadas da atmosfera terrestre, e são normais nesse período do ano”, explicou.


De acordo com a Codesal, a previsão é de que chova até a próxima sexta-feira (15), porém com menor intensidade. Na quarta-feira (13), a precipitação poderá acontecer durante a madrugada até o início da manhã, chegando até 10mm. Já no final de semana, haverá pancadas de chuva isolada, com abertura de sol. Os chamados de emergência e deslizamento de terra deverão ser feitos através do Disque Codesal, no número gratuito 199.


Foto: Max Haack/Secom


 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑