Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

Investimentos em tecnologia revolucionam supermercados

 


Na Bahia, rede aposta em recursos como inteligência artificial, etiqueta eletrônica e pagamento digital, formas de criar uma melhor experiência de compra para o consumidor


O uso da tecnologia tem revolucionado o setor de varejo de alimentos no país. Inteligência artificial, e-commerce, atendimento virtual, etiquetas eletrônicas e investimento em redes digitais é uma necessidade para as empresas que querem se manter competitivas. E ainda proporcionar uma experiência de compra positiva para o consumidor. Na Bahia, a RedeMiX é um dos grupos que mais tem investido no setor, melhorando áreas como logística, atendimento ao consumidor e trazendo mais agilidade operacional.


Segundo o diretor da RedeMiX, João Claudio Nunes, a tecnologia pode ser usada para trazer transparência para o cliente, criar um relacionamento mais humanizado no atendimento eletrônico, gerar mais agilidade nas compras e oferecer mais opções para o consumidor. “Não se trata apenas de oferecer e-commerce, por exemplo, mas sim uma experiência de compra positiva para esse cliente que cada vez mais quer se sentir bem e confiante em relação às empresas que escolhe para comprar”, observa ele.


Com 15 lojas funcionando no Estado e se preparando para inaugurar a 16ª, a RedeMiX trabalha agora com etiquetas eletrônicas, que proporciona facilidade na atualização de preços, eliminando problemas de diferença de valores. Ela também informa o preço e a quantidade em estoque, permitindo que o cliente saiba quantos itens há na loja. “Se ele deseja mais do que está na prateleira, consegue saber a quantidade que tem em estoque. Isso também facilita o trabalho de reposição”, explica Lucas Andrade, diretor de Marketing.


Uma das tendências apontadas pelos especialistas do setor de varejo é a diversificação das formas de pagamento nos supermercados. De olho nessa exigência mercadológica, a RedeMiX também tem apostado na ampliação desse recurso. “Temos, além da oferta de cartão de crédito e débito, as opções do pagamento pelo PIX e pelo PicPay, por exemplo. Estamos buscando ampliar cada vez mais, pois isso traz a possibilidade de mais escolhas para o cliente, e as novas modalidades de pagamento digital comportam muitas facilidades para o consumidor”, observa Lucas Andrade.


Já implantado em duas lojas da rede, o sistema de Self Checkout ou Autopagamento também amplia o leque de possibilidades para o cliente. “É uma praticidade para quem, por exemplo, comprou poucos itens e quer sair mais rápido da loja, ou gosta de mais independência ao comprar. É um sistema que traz muitas vantagens, especialmente para quem quer fazer uma compra rápida”, acrescenta o diretor de Marketing. A RedeMiX implantou ainda uma pesquisa digital para avaliação dos clientes, modelo que permite à pessoa se identificar ou não, feita via QR Code, com praticidade e melhorando as possibilidades de reunir, avaliar e utilizar os dados gerados como base para as decisões gerenciais das lojas.


Virtual humanizado – A aposta na tecnologia para proporcionar uma experiência de compra diferenciada para o consumidor não fica nos limites físicos das lojas. O grupo vem investindo fortemente no mundo digital. Hoje a rede já atua com serviços de delivery, mas lança nos próximos meses o e-commerce.


Mas não para por aí. No final do ano passado, o atendimento virtual da RedeMiX passou a ter um rosto e muita personalidade. A empresa criou a Rê, uma personagem desenvolvida através de pesquisas do perfil do consumidor da rede, que, com o uso de inteligência artificial, faz hoje a interação com o cliente em todas as plataformas de comunicação, como instagram, facebook e LinkedIn, além do delivery e SAC.


A idealização da Rê, uma baiana, formada em publicidade, de 35 anos, decidida e independente, para ser a voz da marca, foi concebida após longos meses de estudo do perfil do cliente do grupo. A atendente virtual é casada e mãe de um filho de 2 anos, adora seu trabalho, mas não abre mão de ter tempo para se divertir.


“A aposta em um robô que personifica tão bem as características de nosso cliente é para proporcionarmos um atendimento humanizado, um compartilhamento de informações mais leve e efetivo. Este processo de humanização do serviço virtual acelerou com a pandemia, período em que o contato do consumidor com as marcas via canais online se intensificou”, aponta Lucas. “Entendemos que este tipo de investimento na estrutura digital é um caminho sem volta. Personagens, como a Rê, não são frias, possuem uma história, o suficiente para humanizá-las e encantar o cliente”, acredita João Cláudio Nunes.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑