Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Mostra da Diversidade Cultural de Feira de Santana será online, com uma semana de programação


 Belgo Bekaert e Ong Favela É Isso Aí realizam 3ª edição da Mostra da Diversidade Cultural de

Feira de Santana - online, com uma semana de programação.


 A 3º edição da “Mostra da Diversidade Cultural: Imagens da Cultura Popular” de Feira de Santana ocorrerá entre os dias 08 e 13 de março, sempre a partir das 19h, no canal oficial da Ong Favela É Isso Aí, no Youtube. Será uma semana de atividades culturais, com cerca de 40 apresentações online de projetos contemplados no Prêmio Cultura e Desenvolvimento Local de Feira de Santana, em 2020.  


Música, dança, teatro e exibição de documentários são algumas das atividades que fazem parte da programação. Tonho Dionorina, Quixabeira da Matinha, Circo Charmosinho e o Grupo Africania são alguns dos artistas que foram contemplados pelo Prêmio e estarão na Mostra, ao lado de muitos artistas e agentes culturais atuantes em Feira de Santana. Acompanhe a programação completa nas redes sociais no Instagram ou no Facebook do projeto @premioculturafsa.


A Mostra deste ano ganhou um novo formado em função da pandemia do Coronavírus, passando a ser apresentada virtualmente e amplia a sua visibilidade através do YouTube e site do projeto, dando oportunidade a pessoas do mundo inteiro conhecerem um pouco da produção cultural de Feira de Santana. “O isolamento social nos levou a pensar novos formatos para o registro e difusão do patrimônio imaterial e da diversidade cultural de Feira de Santana. Assim, se a Mostra perdeu pela ausência dos eventos presenciais, por outro lado os artistas ganharam em visibilidade e divulgação de seus trabalhos para além das fronteiras da cidade e mesmo do! Estado&r dquo;, destacou César Maurício, um dos coordenadores do projeto. “Com este projeto, mantemos a missão da nossa organização, que há 18 anos vem trabalhando para a valorização da cultura popular, dando apoio e visibilidade para artistas e grupos das comunidades, com menor acesso ao mercado cultural”, completou.

Em uma primeira etapa, os projetos premiados divulgaram o resultado de suas ações através do canal do YouTube do Favela é Isso Aí e/ou através do site www.favelaeissoai.com.br. Foram realizadas também publicações de livros, revistas ou catálogos virtuais. Até o início de fevereiro de 2021 haviam sido lançados 65 vídeos, seis livros digitais e dois sites sobre o patrimônio e a cultura feirense, tudo com os recursos do Prêmio.


A segunda etapa, que estava programada para acontecer de forma presencial, também acontecerá de modo virtual, em função das medidas sanitárias de prevenção à Covid-19. Assim, será realizado um espetáculo coletivo, com todos os grupos premiados, com uma semana de atividades.


Para Tamylla Rosa, responsável pela comunicação da Belgo Bekaert Feira de Santana, a realização da Mostra no formado virtual trouxe novos desafios tanto para os artistas quanto para os produtores e agentes culturais. “A Belgo Bekaert, sensível a este momento de pandemia, cuidou de adaptar prontamente as atividades do programa Belgo Bekaert Forma e Transforma, que eram realizadas de forma presencial, para o formato online e assim abraçar artistas, agentes e p! rodutores culturais feirenses”, explicitou Tamylla.

Ao todo, 46 projetos foram beneficiados com o edital de 2020, dos quais seis foram premiados de forma especial, na categoria pesquisa/publicação desse mesmo edital. Os demais projetos foram premiados na modalidade Bolsa Incentivo e formam a programação que conclui as ações finais do edital através da “Mostra da Diversidade Cultural: Imagens da Cultura Popular”.


A Mostra faz parte do programa Belgo Bekaert Forma e Transforma que busca promover ações de pesquisa, registro e difusão do patrimônio imaterial em Feira de Santana, desde 2016, sendo realizado através da Lei Federal de Incentivo à Cultura pela Ong Favela é Isso Aí, Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo e Governo Federal, Pátria Amada Brasil.


 

Realização

A Mostra da Diversidade Cultural - Imagens da Cultura Popular é realizada pela ONG Favela É Isso Aí e patrocinada pela Belgo Bekaert Arames, através de Lei Federal de Incentivo à Cultura e Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal, Pátria Amada Brasil. No ano de 2020, 46 iniciativas foram selecionadas pelo edital do Prêmio de Cultura e Desenvolvimento Local, parte do programa Belgo Forma e Transforma.

 

Sobre a Belgo Bekaert Arames

Com o objetivo de ser a principal empresa mundial em soluções de arame, a Belgo Bekaert Arames foi fundada em 1º de março de 1997, resultado de uma joint venture entre o maior grupo siderúrgico do mundo, a ArcelorMittal S.A., e o maior produtor mundial de arames, a N.V. Bekaert.


Referência global na fabricação de aço, a ArcelorMittal está presente em 61 países, atendendo ao mercado siderúrgico com produtos de alta qualidade.

Líder no mercado de arames, a N.V. Bekaert Arames possui mais de 130 anos de atuação, com presença em mais de 120 países, sempre aliando sua tradição ao avanço tecnológico constante.


A Belgo Bekaert Arames é líder no mercado brasileiro de arames. Atualmente a empresa possui unidades em Contagem e Sabará, em Minas Gerais; Osasco e Sumaré, em São Paulo e Feira de Santana, na Bahia.


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑