Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

Notificações emitidas pela Transalvador caem quase 50% em quatro anos



A Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) emitiu 504.827 notificações a condutores por infrações cometidas em 2020. Esse número é 47% menor que o total de registros do tipo feitos pela autarquia municipal em 2016, quando foram flagradas 953.195 infrações nas vias da cidade. 


Mesmo sem afrouxar a fiscalização, a quantidade de notificações emitidas pela autarquia municipal de trânsito vem caindo. Em 2017, a Transalvador registrou 857.075 flagrantes de infrações. Esse número reduziu para 623.964 em 2018 e diminuiu para 505.209 no ano seguinte (2019). 


“Esta redução em quatro anos é um indicativo de que há uma mudança, gradativa, de comportamento do cidadão. Os motoristas estão adotando posturas mais conscientes no trânsito. Isso é muito bom para a cidade. Condutas mais responsáveis vêm refletindo na diminuição de acidentes e, consequentemente, na preservação vidas no trânsito”, explica o superintendente da Transalvador, Marcus Passos. 


Principais infrações – Cerca de 66% dos flagrantes de 2020, ou seja, 333.159 infrações, foram feitos pelos radares eletrônicos. O excesso de velocidade é a infração mais registrada pelos equipamentos eletrônicos e continua sendo a causa de notificações que lidera o ranking das condutas reprováveis pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) registradas em Salvador. No ano passado houve 274.519 notificações por excesso de velocidade em até 20% do limite máximo permitido na via. 


Estacionamentos em locais inadequados completam o top 3 de infrações mais registradas em 2020. Estacionar em desacordo com a regulamentação pela vaga de Zona Azul está em segundo lugar, com 36.058 registros. Em seguida, aparece estacionamento em local ou horário proibidos pela sinalização, com 26.074 notificações. 


“O excesso de velocidade continua sendo nossa grande preocupação, principalmente, porque esta conduta irresponsável é uma das principais causas de acidentes fatais. Vamos continuar investindo na conscientização dos motoristas, em campanhas educativas, para que possamos mudar este cenário”, completa o superintendente. 


Locais – As avenidas Paulo VI (Pituba), Presidente Castelo Branco (Vale de Nazaré) e Mário Leal Ferreira (Bonocô) são os locais onde mais foram registradas infrações de trânsito em 2020. O principal ponto de flagrantes de infrações da cidade fica na Pituba. A Transalvador registrou 15.504 infrações diversas na Avenida Paulo VI, na interseção com a Rua das Camélias. 


Os trechos do Vale de Nazaré, próximo a um centro automotivo que há na via, no sentido Centro, e a Bonocô, próximo ao posto BR, também no sentido Centro, ficam em segundo e terceiro lugar nesse ranking, com 11.456 e 10.425 flagrantes de infrações, respectivamente.  


“Esperávamos uma redução das notificações, já que no ano passado o fluxo de veículos nas vias diminuiu em alguns períodos por conta da pandemia. Porém, vimos que muitos condutores enxergavam nas ruas mais vazias uma oportunidade para exceder a velocidade ou avançar o sinal vermelho”, finaliza Marcus Passos.


 


Principais infrações em 2020:


 


1º Transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%: 274.519 notificações


 


2º Estacionar em desacordo com a regulamentação - estacionamento rotativo / zona azul: 36.058 notificações


 


3º Estacionar em local/horário proibido especificamente pela sinalização:  26.074 notificações


 


Principais locais de registro de infrações em 2020:


 


1º Avenida Paulo VI x Rua das Camélias, sentido Orla: 15.504 notificações


 


2º Avenida Presidente Castelo Branco, próximo a Zignal Auto Center, sentido Comércio: 11.456 notificações


 


3º Avenida Mário Leal Ferreira, próximo ao posto BR, sentido Centro: 10.425 notificações


 Fotos: Bruno Concha/Secom



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑